Corinthians desiste de zagueiro e concentra todas suas forças em atacante

André Dias não está mais na mira do Corinthians
(Foto: Getty Images)
Nas últimas semanas, a diretoria do Corinthians esteve atrás de zagueiros. Mas não está mais interessada em contratar jogadores para a posição. André Dias, ex-São Paulo, e Vilson, ex-Palmeiras, estavam na mira. Mas a negociação com ambos foi descartada.

Vilson tinha o apoio de pessoas do departamento médico, porque está se tratando no CT Joaquim Grava. E André Dias chamou a atenção depois de sair do italiano Lazio. Só que o salário pedido pelo ex-são-paulino assustou a direção alvinegra.

A procura por zagueiro nesse momento deve ser suspensa pelo Corinthians. Todas as forças devem estar na negociação por Nilmar. Pelo menos é o que sinaliza a diretoria alvinegra.

O Timão volta a campo neste domingo, às 16h, na Arena Corinthians, para encarar o Fluminense. Depois de cair para a quarta colocação, o time paulista quer se manter no G-4, enquanto os cariocas, em quinto, estão de olho numa posição no grupo.

Fonte: Globo Esporte

Com desfalque, Mano relaciona Corinthians contra o Fluminense

Mano tem apenas cinco atacantes no elenco
(Foto: Miguel Schincariol/LANCE!Press)

O técnico Mano Menezes já decidiu quais jogadores estarão à sua disposição para a partida deste domingo, contra o Fluminense, na Arena Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro. Sem poder escalar Guerrero (suspenso devido à expulsão contra o Grêmio), o treinador do Timão optou por levar apenas três atacantes para o duelo diante dos cariocas.

Mano Menezes, que conta com cinco atacantes no plantel do Corinthians, deixou o jovem Malcom de fora da lista de relacionador. Assim, apenas o trio formado por Ángel Romero, Luciano e Romarinho poderá entrar em campo neste fim de semana.

Por outro lado, "sobram" meias à disposição do treinador alvinegro. Renato Augusto e Lodeiro, que foram titulares contra o Bragantino, na última quarta-feira, pela Copa do Brasil, se juntam a Jadson, Petros e Danilo entre os relacionados para a partida deste domingo.

Assim, é possível que o Corinthians seja escalado contra o Fluminense na formação de 4-2-3-1, com a seguinte escalação: Cássio, Fagner, Gil, Anderson Martins e Fábio Santos; Ralf, Elias, Lodeiro, Renato Augusto e Jadson; Luciano (Ángel Romero).

CONFIRA OS RELACIONADOS DO CORINTHIANS PARA PEGAR O FLUMINENSE

Goleiros: Cássio, Danilo Fernandes e Walter;
Laterais: Fagner, Fábio Santos, Ferrugem e Uendel;
Zagueiros: Gil, Anderson Martins e Felipe;
Volantes: Ralf, Elias, Bruno Henrique e Guilherme Andrade;
Meias: Jadson, Renato Augusto, Lodeiro, Petros e Danilo;
Atacantes: Ángel Romero, Luciano e Romarinho.

Fonte: Lancenet

Corinthians atualiza torcida sobre reforços e possíveis saídas

Guerrero foi sondado por clubes ingleses, e Romarinho interessa a time árabe (Foto: Daniel Augusto Jr / Ag.Corinthians)
Depois de muita especulação e várias sondagens, o Corinthians, enfim, iniciou nesta sexta-feira as negociações para a contratação do atacante Nilmar. Quem confirma é Ronaldo Ximenes, diretor de futebol do Timão. Em entrevista coletiva no CT Joaquim Grava, o dirigente deu detalhes sobre a conversa que teve com Orlando da Hora, agente de Nilmar.

- Acabei de falar com o Orlando. O Nilmar se desvinculou do clube que ele jogava (El Jaish, do Catar). Agora, vamos começar a negociar. Naturalmente, a pedida de qualquer jogador é alta para vir ao Corinthians. Mas vamos conversar. A partir de agora vamos conversar. Se for conveniente, ele virá. Vamos ver. O Corinthians não participará de leilão pelo Nilmar. E o salário dele não ultrapassara o teto do Corinthians - disse Ximenes.

O dirigente confirmou também a sondagem do próprio El Jaish sobre Romarinho, atualmente na reserva do Corinthians. A expectativa é de que a oferta seja formalizada neste sábado.

- Ainda não chegou a proposta. Tudo indica que ela chega amanhã. A proposta é do Catar, do mesmo clube que jogava o Nilmar - disse Ximenes.

Questionado se a oferta por Romarinho seria de 7 milhões de euros, o dirigente respondeu:
- 7 milhões é baixo, mas vamos esperar ela chegar.

Ximenes aproveitou para comentar sobre as sondagens que Paolo Guerrero tem recebido. Sunderland e West Ham, ambos da Inglaterra, teriam demonstrado interesse no peruano, que tem contrato até 2015 com o Timão. O dirigente prometeu chamar o atacante para tentar prorrogar o vínculo.

- Guerrero não sai do Corinthians em 2014. Vou tentar renovar o contrato dele.

* André Guerreiro colaborou sob supervisão de Juliano Costa 

Fonte: Globo Esporte

Pato do SP tem mais da metade dos gols que fez no Corinthians. Em 24 jogos

Alexandre Pato chegou ao São Paulo em fevereiro e não conseguiu jogar o Paulistão. Como já tinha atuado pelo Corinthians na competição, teve de esperar os primeiros duelos pela Copa do Brasil e o início do Brasileirão para jogar com a nova camisa. Seis meses depois da transferência, o primeiro balanço da boa fase de Pato deixa em evidência a diferença entre o atacante que jogou no Corinthians em 2013 e o que joga no São Paulo em 2014: no novo clube, Pato já fez mais da metade dos gols que fez pelo Corinthians, e em quase um terço dos jogos.

No Corinthians, Alexandre Pato fez 63 jogos e 17 gols, segundo dados oficiais disponibilizados pelo clube. A marca representa uma média de 0,27 gol/jogo, semelhante a um gol marcado a cada quatro partidas disputadas. No São Paulo, o número já é bem melhor: em 24 jogos, 9 gols marcados. Na média, 0,38 gol/jogo, acima de um gol marcado a cada três partidas.

O segundo semestre de Pato é importante para compreender a evolução do atacante. O técnico Muricy Ramalho já havia perdido as esperanças de escalá-lo entre os titulares pelas deficiências táticas de Pato, que tem dificuldades em cumprir orientações defensivas, como acompanhar o lateral adversário ao jogar na ponta. Com Kaká e Paulo Henrique Ganso, no entanto, Muricy mudou ligeiramente o esquema de jogo e levou Pato da ponta ao centro do ataque, atrás do centroavante Alan Kardec. Foi o bastante para que o ex-corintiano explodisse.

Nos últimos quatro jogos do São Paulo, Pato marcou três vezes: fez gols contra Palmeiras, Santos e Criciúma, nesta quinta-feira – fez gol legal, também, contra o Internacional, anulado pela arbitragem que viu falta dele no meia Alex.

Anteriormente, o atacante havia feito dois gols contra o Vitória e um contra o Bragantino, em Ribeirão Preto, na partida pela terceira fase da Copa do Brasil. Contra o Criciúma, chegou a ser criticado pela torcida são-paulina por perder dois gols, apesar de ter feito a melhor atuação do jogo, no Morumbi. Depois, respondeu com ótimas atuações.

Muricy Ramalho e o elenco do São Paulo afirmam que a chegada de Kaká ao São Paulo foi determinante para que Pato evoluísse. A dupla cultiva amizade desde os tempos de Milan (ITA). Pato chegou ao clube com 18 anos quando Kaká era o melhor do mundo. Kaká é um tutor de Pato e também ajuda a quebrar certa distância que Pato mantém do elenco – é mais próximo dos jogadores mais jovens, como Ewandro, Lucão e Boschilia, e não dos mais velhos.

Fonte: UOL

Mano Menezes questiona uso de imagens e vê Corinthians prejudicado por TV aberta

O técnico do Corinthians, Mano Menezes, questionou o uso de imagens de televisão em julgamentos do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Seu time teve Petros suspenso por 180 dias - em primeira instância - com esse recurso. Renato Augusto também foi julgado, embora tenha escapado só com uma advertência. E existe o temor de que Paolo Guerrero seja o próximo.

"Seria prepotência minha dizer como o tribunal deve se comportar. A tentativa é fazer o melhor. O que me preocupa muito e me faz refletir é que o diretor de TV pode decidir a imagem que vai ao ar e a que não vai ao ar. Ele passa a ter uma importância que temos que discutir, porque pode decidir se um jogador vai ser indiciado ou não", afirmou o treinador.

O gaúcho usou como exemplo o caso de Petros, cujo choque com o árbitro Raphael Claus, interpretado como agressão no STJD, não foi imediatamente percebido nas transmissões da televisão. Foi só no intervalo da partida que a TV Globo separou a trombada. A repercussão do caso gerou a denúncia e a punição, da qual recorreu o Corinthians.

"Se a imagem não é encontrada, o fato não aconteceu. Em um jogo menor, onde temos menos câmeras, as imagens podem não aparecer. Está sendo prejudicial ao Corinthians, que está sendo exposto na mídia, em TV aberta. Outras equipes não têm jogos transmitidos a todo momento. Isso cria um desequilíbrio sobre o qual precisamos refletir", disse Mano.

Essa exposição voltou a ficar clara após a derrota para o Bragantino, na última quarta-feira, pela Copa do Brasil. Houve mais um choque entre um jogador do Corinthians, Guerrero, e um árbitro, Leandro Bizzio Marinho. A imagem foi mostrada pela ESPN Brasil, com comparações traçadas em relação ao lance envolvendo Petros e Raphael Claus.

"Se eu falar que é uma situação diferente, vou dizer que o Petros agrediu, né? A imagem é bastante clara nas duas situações. É um fato completamente casual o de Paolo, né?", comentou o técnico, olhando para cima, simulando o gesto do atleta após o tiro de meta que antecedeu o choque. "Penso que o entendimento vai ser claro e o tribunal vai tomar o caminho certo."

Irritou muito Mano Menezes a edição das imagens da trombada ter mostrado, na sequência, um gesto seu de aplauso no banco de reservas da Arena Pantanal, como se o treinador do Corinthians estivesse aprovando a derrubada do juiz. "Tinha uma câmera exclusiva para mim. Se eu bato palma, apareço. Se me descabelo, apareço. Se coço o... pé, apareço."

Fonte: ESPN

Corinthians é o time de fora com maior torcida do Rio Grande do Sul, Minas e Paraná

Torcedor com bandeira do Corinthians no Mineirão,
no jogo Taiti x Nigéria pela Copa das Confederações  
2013: Fiel é a terceira maior torcida de Minas atrás
só de Atlético-MG e Cruzeiro (Foto: Marcos Ribolli)
Atleticanos, cruzeirenses e, por que não, corintianos, flamenguistas, vascaínos, são-paulinos, gremistas...? Dos 26 estados do Brasil, Minas Gerais é o que conta com a maior diversidade de torcidas, e o Rio Grande do Sul é o mais fechado a times de fora de seu território, segundo levantamento feito pelo Ibope em parceria com o Lance!. A pesquisa entrevistou ao todo 730 pessoas em MG e 402 no RS, de diferentes classes de renda, escolaridade e idade.

Enquanto 12,1 milhões de mineiros são torcedores do Atlético-MG (31,3%) e do Cruzeiro (27,4%) - o América-MG, por somar menos que 1% a nível nacional, foi incluído a "outros clubes" -, outros 2,8 milhões (13%) apoiam pelo menos 15 clubes de outras regiões do país, sendo a maior força de paulistas e cariocas: Corinthians (4,4%); Flamengo (2,9%); Vasco (1,4%) e São Paulo (1,1%). Também são fortes os torcedores do Bahia (0,5%) - estado que faz divisa com Minas -, Grêmio (0,4%) e Atlético-PR (0,3%), por exemplo. A região se mostra diversificada mesmo com 5 milhões de mineiros indiferentes por futebol ou que não torcem por nenhum clube, número que representa quase 1/4 de todo o território mineiro.

Na contramão de Minas Gerais, o Rio Grande do Sul é o estado mais isolado do país em termos de torcida. Juntos, Internacional e Grêmio têm 8,8 milhões (79%) da população gaúcha. Resultado que fica ainda mais forte se comparada à parcela que não torce por nenhum time (14%), o que deixa 92% do futebol da região resumido ao Gre-Nal. Fora a dupla, Corinthians (1%) e Ceará (0,2%) representam o maior número na pequena parte restante dos torcedores locais. Clubes como São Paulo, Flamengo e Fluminense, que tinham 0,2% na mesma pesquisa feita em 2010, desta vez sequer apareceram na região.

Além de monopolizar o futebol gaúcho, Internacional e Grêmio travam uma disputa acirrada pelo posto de maior torcida do estado. No último levantamento feito, há quatro anos, o Tricolor estava em vantagem com 53% contra 35% do Colorado. Mas agora existe um empate técnico entre os rivais, que possuem aproximadamente 4,4 milhões de torcedores cada um no estado - 40% do Inter contra 39,6% do Grêmio, só 0,4 ponto percentual de diferença.

Eixo Rio-São Paulo forte em outros estados

Flamengo, Corinthians São Paulo e Palmeiras seguem fortes em termos de torcida na Bahia, Ceará, Paraná e Pernambuco. O Rubro-Negro (20,1%), inclusive, chega a ter maior número que os fãs do Vozão (16,8%) dentro do território cearense - o Fortaleza, por somar menos que 1% a nível nacional, foi incluído a "outros clubes" -; enquanto o Timão (14,4%) tem mais adeptos em solo paranaense do que Coritiba e Paraná, que junto a outros clubes somam 10,3% - os paulistas ficam atrás só do Atlético-PR (20,1%). Nos dois estados, Palmeiras e São Paulo também são tão grandes quanto às equipes locais. O Verdão aparece com 5,7% no CE e 4,6% no PR; já o São Paulo, com 5,4% e 4,6%, respectivamente.

Já na Bahia e em Pernambuco, dois dos maiores times do estado lideram o ranking local das torcidas: Bahia (22,4%) e Vitória (17,8%), e Sport (26,3%) e Santa Cruz (24%) - o Náutico, por somar menos que 1% a nível nacional, foi incluído a "outros clubes". Mas clubes cariocas e paulistas aparecem logo atrás. Em solo baiano, os maiores torcedores de outros estados são 12,4% Flamengo, 7,4% Corinthians, 3,6% São Paulo, 2,6% Palmeiras, 1,4% Santos, 1,2% Vasco, 0,6% Botafogo e 0,4% Fluminense. E em território pernambucano, os maiores fãs forasteiros são 7,3% Corinthians, 4% São Paulo; 3,3% Palmeiras e 2,3% Flamengo.

Fonte: Globo Esporte

Ausência de Guerrero fará Corinthians mudar estilo, diz Mano

Guerrero (Foto: Miguel Schincariol/Lancepress!)
Paolo Guerrero, um dos destaques do Corinthians nos últimos jogos, não estará em campo neste domingo. Suspenso pelo cartão vermelho recebido contra o Grêmio, o peruano estará ausente no confronto com o Fluminense, às 16h, na Arena em Itaquera.

Para Mano Menezes, a ausência do camisa 9 fará com que sua equipe tenha de mudar o estilo de jogar contra o Tricolor gaúcho. Substituto? Nada de adiantar...

- Não necessariamente o sistema de jogo, mas a maneira como fazemos a jogada para chegar à frente. Não temos um homem de referência para segurar a bola. Os outros são mais jogadores de lado. É uma perda considerável para essa hora. Mas vamos resolver esse problema. Vamos fazer um trabalho amanhã (neste sábado) para definir - afirmou.

Guerrero será o único desfalque do Corinthians contra o Fluminense, que não terá Cícero, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

- Não pensamos em quem não vai jogar do outro lado, e sim, em ter uma equipe pronta para enfrentar um grande adversário, como é o Fluminense - completou o treinador corintiano.

Fonte: Lancenet

Corinthians descarta saída de Guerrero agora e trabalha por renovação

Melhor do Corinthians nos últimos jogos, o peruano Guerrero tem contrato até a metade de 2015 | Djalma Vassão/Gazeta Press
O Corinthians, que recusou uma oferta alta do futebol chinês por Paolo Guerrero há pouco tempo, descartou rapidamente as recentes propostas de empréstimo do centroavante feitas pelo Sunderland e pelo West Ham, da Inglaterra. A ideia do clube é estender o compromisso com o atacante, que expira na metade do próximo ano.

'O Guerrero não sai do Corinthians em 2014', assegurou o diretor de futebol do clube, Ronaldo Ximenes, ciente de que a importância do peruano na história do time é comparável ao seu valor atual na equipe de Mano Menezes. 'Inclusive, vou tentar renovar com ele. O Guerrero fica', acrescentou o dirigente.

De acordo com o dirigente, a tentativa de contratar Nilmar nada tem a ver com a possibilidade de saída do camisa 9. 'São situações independentes. Se o Nilmar der certo e for conveniente para a gente, ótimo. Mas isso não influi na situação do Guerrero. Vamos conversar para acertar a renovação.'

É por isso que há preocupação considerável para as próximas partidas. Paolo está suspenso do confronto com o Fluminense, no domingo. Convocado por sua seleção, também não estará nos três compromissos seguintes, contra Bragantino, Criciúma e Atlético-MG.

Fonte: Gazeta Esportiva

Nilmar e Corinthians: R$ 1 milhão de salários e vários interessados

Nilmar em ação com a camisa do El Jaish,
seu ex-clube (Foto: Divulgação El Jaish)

A primeira negociação entre a diretoria do Corinthians e o empresário de Nilmar, Orlando da Hora, foi bem pior do que o esperado. O clube alega que o agente pediu R$ 1 milhão de salários, valor considerado absurdo e totalmente inviável. Além disso, foi dito que outros clubes também estão na briga. Os italianos Roma e Juventus e os ingleses Manchester City e Manchester United foram citados por Da Hora como interessados.

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, o diretor de futebol do Timão, Ronaldo Ximenes, revelou que havia conversado com o empresário e que a pedida estava fora da realidade do clube.

- A primeira proposta é sempre assustadora e mais alta do que imaginamos. Começamos a conversar sobre isso. Se for conveniente vamos conversar. Mas eu posso garantir que não ultrapassará o teto (salarial) do Corinthians - disse o dirigente.

O Corinthians, na realidade, esperava números menores. Uma sondagem havia sido feita pelo presidente alvinegro, Mário Gobbi Filho, ao staff do atacante. A ideia era que Nilmar desejava receber R$ 600 mil de salários mensais e R$ 2 milhões de luvas. Essa pedida já era considerada impossível de atender. A atual está mais distante ainda.

A diretoria alvinegra afirma que segue com interesse, mas não fará loucuras. Caso Nilmar não consiga ter o desejo atendido por outros interessados, o Timão fará nova proposta.

Fonte
087653SAzqwrh=

Roma encaminha contratação de Nilmar, afirma rádio

Segundo rádio Bandeirantes, Nilmar está perto de acertar com a Roma
Principal alvo do Corinthians para a sequência do Campeonato Brasileiro, Nilmar está perto de acertar com a Roma. Segundo informações do repórter Matheus Trindade, da rádio Bandeirantes, a negociação estaria bastante avançada.

De acordo com a notícia, empresário e jogador iniciaram as conversas com time do Parque São Jorge, mas o alto salário pedido pelo atleta e a preferência pelo futebol europeu acabaram pesando. No último dia 19, Nilmar fez o juramento à bandeira espanhola para finalizar o processo de retirada do passaporte europeu, o que facilitaria a sua transferência para os romanistas.

O interesse da Roma pelo atacante é antigo. Em 2011, quando ele ainda defendia o Villarreal, os italianos tiveram uma oferta de 25 milhões de euros recusada pela equipe espanhola. Um ano depois, após o rebaixamento do clube no Campeonato Espanhol, Nilmar acabou indo jogar no futebol do Catar.

Fonte: Yahoo





 
Veículo de notícias sobre o Sport Club Corinthians Paulista | Todos os direitos reservados © 2012 - 2014. Timão do povo - Notícias do Corinthians