Artilheiro da Série B, Bruno Rangel confirma sondagem do Corinthians

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Bruno Rangel é um dos destaques do Chapecoense, vice-líder, na Série B | Aguante Comunicação/Chapecoense
Artilheiro da Série B com 27 e um dos principais destaques da boa campanha da Chapecoense, o atacante Bruno Rangel concedeu entrevista exclusiva à Rádio ESPN, nesta terça-feira. O atleta comentou sobre o suposto interesse do Santos em contar com seu futebol para a próxima temporada e também revelou a sondagem que teve do Corinthians neste ano.

"Fico feliz (pelo interesse do Santos). É um reconhecimento pelo meu trabalho. Espero que a proposta possa concretizar. A gente vem esperando que isso acontecer e espero estar em um time grande no ano que vem", comentou.
"Eu soube que o Santos sondou por mim este ano, porque estava precisando de atacante. Mas para ano que vem ainda não. Soube também do Corinthians, mas estava precisando para este ano também. O pessoal procurou mais para eu já jogar neste ano", revelou Rangel.

O artilheiro se esquivou sobre qual clube paulista prefere jogar. "Tenho que receber a proposta para eu poder falar aonde quero jogar. Não adianta eu falar aonde quero ir, mas aí vai depender de salário, de várias coisas", afirmou.

Apesar do contrato com o clube de Santa Catarina encerrar já em dezembro, o atacante afirmou que ainda falta muito tempo para encerrar o ano e não tem pressa para negociar com outras equipes.

"Meu contrato com a Chapecoense vai só até o dia 3 de dezembro deste ano. A partir daí, estou livre para negociar com qualquer clube", disse.

"Falta tempo ainda para terminar o ano. Eu estou sabendo agora deste interesse do Santos. Espero receber uma proposta oficial, mas falta muito ainda para acabar a Série B e até o Brasileirão. Mas espero que isso (a proposta) possa se concretizar", completou.

Questionado sobre alguma proposta do exterior, Bruno Rangel disse que a preferência é jogar no Brasil, mas caso receba uma boa oferta de fora do país, irá considerar a possibilidade se transferir para longe do Brasil.

"A preferência é jogar no Brasil. Mas é claro que se pintar alguma coisa boa, tenho que avaliar. Eu já estou com 31 anos, dependendo da proposta, se for alguma coisa irrecusável, que vai mudar minha vida, para mim é melhor ir para um lugar onde que vai mudar minha vida em dois anos, sem precisar trabalhar, do que ficar aqui no Brasil. E apesar de estar em um time grande, a gente sabe que, no futebol, as coisas são muito complicadas", finalizou.

Fonte: ESPN

Você está aqui:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO CORINTHIANS:


 
Veículo não oficial de notícias sobre o Sport Club Corinthians Paulista | Todos os direitos reservados © 2012 - 2013. Timão do povo - Notícias do Corinthians