2

Comentarista do SporTV aposta em queda do Corinthians e título do Grêmio no BR 17

Jornalista e escritor, o comentarista Xico Sá, do canal fechado SporTV, surpreendeu nos comentários. Para ele, o Grêmio ainda pode ultrapassar o Timão no Campeonato Brasileiro.

"O Corinthians não vai ser campeão invicto e acho que o Grêmio ainda vai ser campeão. Em nome do grande futebol que o Grêmio está jogando, acho que a profecia do Renato Gaúcho vai vingar (...) É minha aposta para o Brasileirão", disse o comentarista.

Questionado pelos outros participantes presentes no programa "Redação SporTV", Xico afirmou que estava falando sério. Para o comentarista, a "obviedade" não pode ser pauta principal do jornalismo esportivo até o término da competição. Ele acredita em tropeços do Corinthians nas próximas partidas.

"Chega uma hora que tem uma quebra de uma regularidade imensa. O Corinthians tem o controle do jogo, a performance é espetacular, mas não há uma diferença gigante de qualidade de jogo. Uma infelicidade aqui, uma ali... aposto nessa quebra de corrente uma hora. Não é uma aposta que tem explicação técnica, é porque a gente conhece futebol. E como jornalista não quero crer em uma rotina até o final do ano. A gente está entregando o ano para a obviedade?", argumentou.



Por fim, o jornalista Márvio dos Anjos, editor do jornal O Globo, discordou das afirmações de Xico Sá. O comentarista falou de números para explicar sua tese em considerar o Corinthians como virtual campeão Brasileiro.

"O Corinthians raramente toma gol. Sofreu nove gols em 19, é uma "brutalidade". Alguém vai segurar o Corinthians? De repente perder um jogo é possível, mas se em 19 jogos, enfrentando todo mundo, levou nove gols (e não perdeu)... o que dá para esperar senão o título brasileiro?", questionou.

Com a melhor campanha da história dos pontos corridos - 47 pontos em 19 partidas -, o Corinthians ainda está invicto na competição, não perde há 34 jogos na temporada e tem apenas duas derrotas no ano inteiro.

Foto: Reprodução
PC_300x250

COMPARTILHE A NOTÍCIA:

comentário(s) pelo facebook: