2

Na mira do Corinthians, atacante pode não ser contratado caso Sanchez volte à presidência; entenda

Um dos nomes que negociam com o Corinthians para 2018, o atacante Fernandinho pode não pintar no clube alvinegro na próxima temporada caso o ex-presidente Andrés Sanchez, vença as eleições presidenciais e retorne ao cargo máximo do clube.

Isso porque, em 2009, o Corinthians já havia tentado contratar o atacante gremista, que na época atuava pelo Barueri. Sem sucesso, Andrés Sanchez disparou publicamente contra Fernandinho.

“O Fernandinho não joga no Corinthians enquanto eu for presidente, não quero mai. Tenho direito de dizer sim ou não. Ele teve a oportunidade de jogar aqui, deixou o tempo passar e não vem mais”, disse Sanchez na época.



Fernandinho respondeu o ex-presidente alvinegro dias depois e alegou não ter entendido as declarações. “Não entendi essa colocação do presidente, é algo que eu não esperava. Tenho vínculos com Iraty e Barueri, mas se eu fosse livre certamente seria mais fácil. Não sei o que aconteceu”, argumentou o atacante em 2009.

Fato é que a contratação de Fernandinho segue como pauta nos corredores do Parque São Jorge. Clube e estafe do jogadores de 31 se reuniram nos últimos dias e combinaram de conversar no final do Brasileiro.

O salário de R$ 450 mil recebido pelo atacante no Grêmio é um dos empecilhos. O Corinthians já avisou Fernandinho que só o contrata caso a pedida salarial for bem abaixo da atual.

PC_300x250

COMPARTILHE A NOTÍCIA:

comentário(s) pelo facebook: