Mostrando postagens com marcador Contratações do Corinthians. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Contratações do Corinthians. Mostrar todas as postagens

Nilmar fechou com o Internacional por pouco mais da metade do que pediu para o Corinthians.



Conselheiros ligados a Mario Gobbi fizeram questão de comentar em 'off' para os jornalistas que vão todos os dias para o Corinthians. Nilmar pediu para jogar de novo no Parque São Jorge uma fortuna. Seu empresário, Orlando da Hora, pediu R$ 800 mil mensais mais luvas de R$ 2 milhões.

Vários órgãos de comunicação 'por acaso' divulgaram a 'notícia' há duas semanas. O assunto foi encerrado. Afinal de contas, como exigir que o clube bancasse tanto por um atacante diferenciado, claro. Mas com 30 anos e com operações nos dois joelhos? Sem mercado nem entre os clubes médios europeus? Gobbi estava mais do que certo.

O maior interessado, Mano Menezes, se calou. O treinador sonhava com o oportunismo e a a velocidade do jogador do Al Jaish do Catar. Só que o exorbitante salário divulgado, o convenceu que a direção fazia muito bem em não investir tanto. O remédio foi se conformar.

Mas tudo ficou muito constrangedor hoje. O Internacional fechou a contratação de Nilmar. Ele assinou contrato por três anos. Seu salário? R$ 430 mil. Pouco mais do que a metade 'divulgado' no Corinthians. A luva de R$ 2 milhões, dividida em 39 parcelas foi mantida. Orlando da Hora e o atacante nunca foram de rasgar dinheiro. O que teria acontecido?

Simples. Orlando da Hora deu a desculpa que Gobbi queria ouvir. Os R$ 800 mil mensais foram apenas a primeira pedida. Técnica comum entre os empresários do mundo todo. Até na feira de Acari é assim. Depois da exigência inicial há a negociação. Mas o Corinthians tem sérias dificuldades financeiras. Já gasta R$ 12 milhões com salários de jogadores. A dívida envolvendo o Itaquerão só cresce. A procura ao atacante aconteceu porque sua identificação com o clube é enorme. Foi uma exigência dos conselheiros.

Nilmar fechou com o Internacional. Receberá pouco mais da metade do que pediu para o Corinthians. Gobbi não se abala. Não houve duelo pelo atacante. Falta dinheiro no Parque São Jorge...


A direção do Inter ouviu do staff do jogador que havia proposta do Cruzeiro e de uma equipe da Índia. Mas o presidente Giovanni Luigi não se abalou. Eram R$ 430 mil mensais e as luvas parceladas. Ponto final. Orlando da Hora esperava que os corintianos o procurassem novamente. Perdeu tempo.

Nilmar assinou contrato esta manhã por três anos. No Parque São Jorge, só Mano Menezes lamenta. O presidente Mario Gobbi não se abala. A conselheiros ele diz que tentou. E que não pagaria R$ 800 mil e mais luvas de R$ 2 milhões. Não sabe e nem quis saber que o atacante fechou com o Inter por pouco mais da metade da primeira proposta de Orlando da Hora. Gobbi melhor do que ninguém sabe o quanto o dinheiro está curto no Parque São Jorge...

Fonte: R7

Corinthians negocia com lateral da Chapecoense para 2015



A três meses do final da temporada, o Corinthians não quer tempo no planejamento para 2015. Segundo informações da coluna Painel da Folha de S.Paulo, o clube negocia e está perto de um acerto com o lateral direito Fabiano, um dos destaques da Chapecoense no Campeonato Brasileiro.

A contratação do jogador serviria para reforçar um setor para o qual Mano Menezes já tem duas opções, mas ambas contestadas. Fagner e Ferrugem não são unanimidades da torcida corintiana.

Para 2014 o Corinthians não deve fazer mais contratações. Os clubes têm até o começo de outubro para inscrever reforços, mas estão disponíveis para transferências apenas jogadores que atuam na Série B ou não atingiram os seis jogos na Série A.

Fabiano está na mira do Corinthians | Foto: Diego Carvalho/Aguante/Chapecoense / Divulgação

Fonte: Terra

Atacante Nilmar acerta seu retorno ao Internacional, garante jornal



Após se arrastar por quase dois meses, chegou a fim na manhã desta terça-feira a novela em torno do retorno de Nilmar ao Internacional, e com final feliz para os torcedores do Colorado. De acordo com o jornal Zero Hora, o clube acertou a volta do atacante do clube em um contrato de três temporadas, e um salário que gira em torno dos R$ 400 mil. A tendência é de que o jogador seja confirmado de forma oficial como novo reforço nas próximas horas.

A negociação para o retorno de Nilmar ao clube foi conduzida pessoalmente pelo presidente Giovanni Luigi, em contato com o representante do atacante, o empresário Orlando da Hora. Pelo acerto entre as partes, firmado em um hotel na região metropolitana de Porto Alegre, o jogador atuará pelo Colorado até o fim de 2017.

Esta será a terceira passagem do atacante pelo Internacional, clube que defendeu outras duas vezes (2002/2004 e 2007/2009). Aos 30 anos, Nilmara atuou também por Lyon (FRA), Corinthians e Villarreal (ESP) antes de acertar sua transferência para o Catar, onde jogou por Al-Rayyan e Al-Jaish, clube o qual se desligou de forma oficial nos últimos dias para que pudesse retornar ao futebol brasileiro.

Após defender a Seleção Brasileira em 2010, Nilmar está de volta ao Internacional (Getty Images)

Antes de acertar com o Internacional, Nilmar chegou a ser cogitado também pelas diretorias de Corinthians e Cruzeiro, que declinaram nas negociações assustadas pelos altos valores que compunham o acerto com o atacante que disputou a Copa do Mundo de 2010 pela Seleção Brasileira.

Fonte: Fox Sports

Provável candidato da situação já conversa para a volta de Tite em 2015



Poucos meses do fim de 2014, quando seu contrato com o Corinthians se encerra, Mano Menezes convive com a “sombra” de Tite, desempregado desde que deixou o Timão no fim do último ano. O ex-treinador tem se encontrado com Roberto de Andrade, diretor de futebol entre 2011 e 2014 e provável candidato da situação nas eleições presidenciais, que acontecerão em fevereiro de 2015. A volta para o clube, substituindo quem o substituiu, é analisada por Tite.

Em entrevista ao site da “Espn”, o técnico revelou que depois do dia 8 de outubro, quando estará na Europa para um encontro com o técnico do Real Madrid, Carlo Ancelotti, ele deverá definir o próximo passo.

– O Brasileiro já vai estar em uma fase de definição. Teremos os postulantes ao título e à Libertadores. Então vai estar mais claro o campeonato. O que isso gera? O presidente que for assumir o clube pensa que ano que vem vai projetar a equipe. “Quem é o técnico que busca? Bom, vou buscar o Tite” - disse, logo depois deixando claro que negocia com alguns clubes.

– Conversando já estou – disse.

Atualmente, Mano Menezes sofre críticas internas por ter chegado em setembro sem encontrar a escalação ideal, pelo fato de a equipe não manter regularidade e porque o time não engrena em campo. Sua saída até o fim do Brasileirão é descartada pela diretoria, mas quem projeta o futuro não acredita na permanência do treinador no próximo ano, a não ser que o Corinthians esteja “voando” na reta final, com a vaga na Libertadores garantida.

Como seu contrato acaba em 31 de dezembro, as conversas para uma renovação ou não ocorrerão após o campeonato. A questão é que este ano é atípico, uma vez que o clube elegerá um novo presidente na segunda quinzena de fevereiro. Portanto, Mano ou qualquer outro treinador deverá sentar com os candidatos. Até o momento, Roberto de Andrade conversa com Tite e tem gosto por Oswaldo de Oliveira, quem ele achou que deveria ser o novo treinador. Antonio Roque Citadini, que é o provável candidato da oposição, também tem preferência por Tite.

O presidente Mário Gobbi, que bancou a chegada de Mano no ano passado, deve se isentar na decisão.

Gobbi ficou ‘sozinho’ na escolha por Mano
Entre o fim de outubro e o começo de novembro do ano passado, virou consenso entre a diretoria de que Tite não deveria mais ser o treinador do Corinthians no ano seguinte. O problema foi que o nome do sucessor gerou discordância na cúpula.

O presidente Mário Gobbi Filho foi o único que bancou a volta de Mano Menezes, com quem havia trabalhado entre 2008 e 2010, como diretor de futebol. Gobbi bateu o pé e acertou a volta do treinador para este ano.

Os então diretores Roberto de Andrade, Duílio Monteiro Alves e o gerente de futebol Edu Gaspar queriam Oswaldo de Oliveira, que havia decidido deixar o Botafogo. O presidente não se deixou influenciar e uma rusga foi criada, tanto que Roberto e Duílio deixaram os cargos e Ronaldo Ximenes, então secretário da presidência, virou o diretor.

O ex-presidente Andrés Sanchez, que dizia discordar da ideia de mandar Tite embora, havia manifestado a preferência por Abel Braga, que depois acertou com o Internacional.

Apesar de Corinthians e Mano negarem, sua volta já estava acertada verbalmente antes da saída de Tite. Em janeiro, ele foi apresentado.

Mano Menezes, agora, é quem convive com a sombra de Tite (Foto: LANCE!Press)


SOMBRA – PARTE I
Saída do Flamengo
Em 19 de setembro de 2013, após três meses no cargo, Mano pede demissão do Flamengo, alegando que não conseguia fazer os jogadores entenderem suas ideias. Na época, Tite já enfrentava má fase no Timão e a sombra do antecessor cresceu.

Contatos imediatos
Já em outubro, iniciaram-se as conversas do presidente Gobbi com Mano. Os dois têm boa relação desde que Gobbi foi diretor e o técnico comandou o time, em 2008/2009. Gobbi quis garantir Mano em 2014 já que não renovaria o contrato de Mano.

Acordo fechado
Em 13 de novembro, a volta de Mano em 2014 foi acertada. O L!Net divulgou a informação, Tite foi chamado para conversar e sua saída depois do Brasileirão foi anunciada. Depois de quatro anos, Mano estava de volta ao Corinthians.

SOMBRA – PARTE II
Instabilidade
Após ser eliminado ainda na primeira fase do Paulistão, Mano não consegue fazer o Timão ter boa sequência de vitórias no Brasileiro e tem sido questionado. Enquanto isso, Tite ainda está desempregado e surge como opção no mercado.

Sonho
Tite sempre afirmou que não gostaria de ter saído do Timão, quando o clube decidiu trocá-lo por Mano. Seu objetivo de carreira era assumir a Seleção Brasileira, mas a CBF escolheu Dunga. Só outra seleção fica “à frente” do Corinthians na briga.

Candidatos
Tite já conversa com o provável candidato da situação, Roberto de Andrade, com quem tinha bom relacionamento no clube. Andrade quer tê-lo como o primeiro da lista caso vença as eleições. A oposição também tem bom apreço pelo técnico.

Fonte: Lancenet

Corinthians contrata atacante do Fluminense



O Corinthians acertou no fim da última semana a contratação do atacante Gabriel Vasconcelos, de apenas 18 anos, revelação do Fluminense. O jovem jogador assinou contrato válido por 3 anos. O Timão terá 50% dos direitos econômicos do atleta - o restante ficará dividido entre clube carioca e investidores.

Inicialmente, Gabriel será incorporado às divisões de base do Corinthians. A ideia é prepará-lo e inscrevê-lo na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2015. Mas, se for necessário, ele será promovido para treinar com o time principal comandado pelo técnico Mano Menezes, que recentemente já demonstrou interesse em aproveitar melhor os garotos do clube.

No Fluminense desde 2009, o atacante foi campeão carioca sub-20 (2013), mundial sub-20 no Qatar (2013) e vice-campeão carioca (2014). Ele também tem passagem pelas categorias de base da Seleção Brasileira, onde conquistou o Sul-Americano no Uruguai pelo time sub-15 e a Copa 2 de Julho pelo sub-17.

Gabriel Vasconcelos reforçará a base do Timão (Foto: Reprodução/Instagram)

Fonte: Lancenet

Ataque do Corinthians vai mal, e Mano veta reforço. Melhor para Malcom



A preocupação com o desempenho do ataque não é uma novidade no Corinthians, mas os efeitos disso têm sido diferentes no time alvinegro. Os gols no setor minguaram nas últimas quatro partidas, e o técnico Mano Menezes vetou a contratação de um reforço emergencial – como a janela de transferências está fechada, a diretoria só poderia contratar jogadores oriundos da Série B do Campeonato Brasileiro. A soma das duas informações criou o cenário ideal para Malcom.

Malcom é atualmente a maior aposta entre os jogadores revelados nas categorias de base do Corinthians. O atacante tem 17 anos e foi promovido ao elenco profissional no início de 2014, depois da disputa da Copa São Paulo.

Titular no empate sem gols com o Criciúma, Malcom também entrou no segundo tempo dos jogos contra Atlético-MG (vitória por 1 a 0) e Flamengo (derrota por 1 a 0), sequência inédita para ele no clube. Aos poucos, o camisa 21 tem atingido status de opção efetiva na rotação de Mano Menezes.

O crescimento do espaço dado ao atacante tem relação com os problemas no ataque, mas também com a saída de Romarinho. O jogador negociado com o El Jaish foi o último atacante a balançar as redes pelo Corinthians (no dia 31 de agosto, num empate por 1 a 1 com o Fluminense).

Depois disso, o Corinthians marcou três vezes contra o Bragantino pela Copa do Brasil (o meia Renato Augusto, o volante Ralf e o zagueiro Felipe fizeram os gols) e uma contra o Atlético-MG pelo Campeonato Brasileiro (o meia Petros foi o responsável).

Contra o Flamengo, Mano começou com Luciano e Paolo Guerrero como titulares. Depois, colocou Ángel Romero e Malcom na equipe. Os quatro são as únicas opções de ataque que o técnico tem atualmente.

A despeito de ter usado todas as armas ofensivas, Mano não conseguiu fazer o ataque produzir. O Corinthians encerrou o jogo com seis finalizações, um terço do número do Flamengo.

Depois do jogo, Mano foi questionado sobre a esterilidade do ataque e a possibilidade de o Corinthians contratar um jogador para o lugar de Romarinho. Assim como havia feito durante a semana, o técnico foi taxativo ao vetar essa possibilidade.

"Eu não acho que alguma escolha pela emergência vai solucionar problemas. Se não vamos solucionar problemas, vamos confiar nos jogadores que temos, apostar nos jogadores que temos e dar tranquilidade para eles", disse Mano em entrevista coletiva.

Quando a janela de transferências ainda estava aberta, Mano chegou a pedir a contratação do atacante Nilmar, que rescindiu contrato com o El Jaish. Entretanto, não houve acordo financeiro entre o Corinthians e o estafe do jogador.

Fonte: UOL

Edu Gaspar diz se Corinthians deve contratar reforço após saída de Romarinho



O gerente de futebol do Corinthians, Edu Gaspar, foi direto sobre o caso de Romarinho, que acertou sua saída do Timão para o El Jaish (CAT). No desembarque da equipe em São Paulo, ele não não descartou uma nova contratação, mas deixou claro as dificuldades para negociar jogadores no segundo semestre do ano.

- Se tratando de Corinthians temos que sempre estar atentos ao mercado, mas essa é uma época difícil de se contratar. A maioria dos jogadores já fizeram jogos que impedem o início imediato para inscreve-los. E, aqui, temos que ter critério e paciência para não contratar ninguém com urgência e não dê retorno - concluiu.

Apesar da cautela com contratações, o Corinthians ganhou um "novo reforço" nesta segunda-feira. Paolo Guerrero, que foi condenado por agressão no árbitro Leandro Bizzio Marinho, durante confronto contra o Bragantino, pela primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil, foi absolvido por unânimidade e está apto para jogar.

Edu Gaspar foi direto sobre negociação de Romarinho (crédito: Rodrigo Vessoni)


Fonte: Lancenet

Corinthians fala sobre reforços



O gerente de futebol Edu Gaspar não se mostra animado com a possibilidade de o Corinthians se reforçar ainda nesta temporada. Sem muito dinheiro para investir, o clube também esbarra nas dificuldades impostas pelo mercado no segundo semestre.

"Essa época é difícil. Você faz uma análise e percebe que a maioria dos jogadores com porte de Corinthians já excedeu o limite de jogos por um time no Campeonato Brasileiro. Aí, vamos para outros mercados, que também não são fáceis. Precisamos ter paciência, critérios, para evitar ficar com determinado jogador dentro do elenco por um, dois anos só por causa de uma urgência", comentou Edu.

Para Mano, é mais problemático ser paciente. O técnico tem enfrentado uma série de desfalques em virtude dos amistosos entre seleções. No empate sem gols contra o Criciúma, por exemplo, Gil e Elias defendiam o Brasil, Paolo Guerrero estava com o Peru e Nicolás Lodeiro, com o Uruguai. Para piorar, Luciano cumpriu suspensão automática, enquanto Romarinho foi vendido ao El Jaish, do Catar.

Já prevendo as adversidades, Mano cobrava principalmente a chegada de um jogador da mesma posição de Guerrero. Nilmar era o predileto, porém o alto salário que o atacante de 30 anos deseja receber o afastou de um retorno ao clube do Parque São Jorge. Dessa forma, a solução corintiana foi apostar em suas categorias de base, em Malcom, de somente 17 anos.

Edu Gaspar falou sobre as dificuldades de mercado e em achar jogadores de bom nível | AGÊNCIA CORINTHIANS

O meia Renato Augusto, um dos jogadores que têm expectativa de ir à seleção, começou a se conformar. "Sabemos que o mercado não está fácil. Provavelmente, teremos que nos virar com as peças que já estão aqui", comentou, embora confiante. "O elenco é forte. Conseguimos nos classificar na Copa do Brasil sem os jogadores selecionáveis", argumentou.

Edu, no entanto, não descartou totalmente a chance de dar ao menos uma boa notícia para Mano Menezes. "Em se tratando de Corinthians, estamos sempre atentos ao mercado, para deixar o elenco cada vez mais qualificado", discursou o gerente de futebol.

Fonte: ESPN

Empate com Criciúma expõe necessidade de atacantes no Corinthians



Com Tite ou com Mano Menezes, o ataque nunca foi o principal ponto forte no Corinthians. Na edição atual do Brasileirão, o alvinegro tem 24 gols em 19 jogos – média de 1,23 gol por jogo. A partida deste domingo, porém, deixou claro: a escassez de atacantes se agravou, e o clube pode enfrentar problemas na sequência do campeonato caso não consiga trazer alguns reforços.

Romarinho se transferiu nesta semana para o Al Jaish, do Qatar. O jogador não estava em alta com Mano Menezes, mas era o artilheiro da equipe no ano, com 12 gols. Neste domingo, ficou claro que uma combinação nada improvável de lesões, convocações e suspensões pode deixar Mano sem opções para o setor ofensivo.

Guerrero é o único centroavante – todos os outros (Luciano, Romero e Malcom) são jogadores de velocidade. Pela característica, o peruano é o único que mostra eficiência atuando sozinho na frente.

Contra o Criciúma, porém, o camisa 9 estava com a seleção peruana. A suspensão de Luciano deixou apenas Romero e o jovem Malcom como opções: o resultado foram chances desperdiçadas, a melhor delas pela promessa da base alvinegra. Após o jogo

O cenário poderia ser atribuído a circunstâncias excepcionais, mas tem tudo para se repetir no restante da temporada. Se estiver em condições físicas, Guerrero ainda deve jogar pelo Peru em outubro, diante do Chile, e em novembro, duas vezes, contra o Paraguai.

Caso se destaque, Romero deve voltar à seleção paraguaia. Maicon também deve entrar na mira de Gallo para as seleções de base. A chance de convocações aliadas a possíveis lesões ou suspensões mostram um alto risco de que o ataque do Corinthians, que já não estava entre os melhores do país, pode acabar seriamente desfalcado em momentos chave do Brasileirão.

Apesar disso, Mano Menezes minimizou a falta de opções. "Não estou desesperado, pode ter parecido, mas não estou" disse, após o empate sem gols deste domingo.

Fora dos holofotes, o comandante corintiano já pediu a contratação de um atacante, e a diretoria separou parte do contrato de patrocínio com a Carsystem para atender ao pedido. O favorito era Nilmar, mas sua pedida assustou os cartolas, e o negócio naufragou.

Agora, o plano B da cúpula alvinegra é buscar um reforço de patamar menor, no próprio mercado nacional, para, ao menos, suprir a ausência deixada por Romarinho.

O Corinthians volta a campo na quinta-feira, quando recebe o Atlético-MG no Itaquerão. Com 33 pontos, fechou o primeiro turno do Brasileiro na quarta colocação, a dez pontos do líder Cruzeiro.

Fonte: UOL

Timão busca atacante em mercado da Série B



O sonho é Nilmar, mas a realidade do Corinthians está distante do atacante do El-Jaish, do Catar. Com poucas esperanças em acertar a contratação do reforço, o clube busca mercados alternativos para assinar com mais um jogador para o setor ofensivo – pedido do técnico Mano Menezes desde a época da Copa do Mundo. A diretoria corintiana, agora, olha para destaques bons e baratos da Série B do Campeonato Brasileiro.

A intenção é trazer um nome para compor o elenco e servir como alternativa, principalmente, a Paolo Guerrero. O centroavante tem características únicas no grupo e precisa de um substituto à altura para quando não puder jogar.

Na segunda divisão, alguns nomes são estudados. Na Série A, a maioria dos atacantes de bom nível fez sete jogos ou mais e não pode mais se transferir para outra equipe. O gerente de futebol Edu Gaspar ainda atenta aos valores, muito mais altos na divisão de elite.

– O mercado está com valores difíceis. Estamos avaliando o mercado, a Série B é um mercado que nos atrai. Estamos olhando alguém que nos atenda para uma sequência de jogos, não apenas para uma ou duas partidas. Precisamos fazer as coisas com calma para tomar a melhor decisão possível – explicou Edu.

Com Nilmar, a conversa não evoluiu diante da grande diferença entre o que o Corinthians ofereceu e o que o jogador queria ganhar. O Timão estabeleceu um teto de R$ 350 mil mensais, mas o empresário do atacante planejava pedir pelo menos o dobro.

– Os valores que se comentaram sobre o Nilmar são difíceis até mesmo para o futebol europeu. Imagine para o futebol brasileiro... – lamentou Edu Gaspar.

No momento, a única negociação em curso é a venda do atacante Romarinho para o mesmo El-Jaish de Nilmar. O clube do Catar enviou proposta oficial ao Corinthians e deve oferecer cerca de 8 milhões de euros (R$ 23,4 milhões) para contar com o jogador. O clube alvinegro tem direito a 40% do valor da negociação – 10% pertencem ao Bragantino, e outros 50% ao empresário Carlos Leite.

Fonte: Globo Esporte

Corinthians informa e define se vai atrás de Jonas



Liberado pelo Valencia (ESP) na última segunda-feira, Jonas é descartado pela diretoria do Corinthians para a atual temporada. O atacante chegou a ser sondado pelo clube do Parque São Jorge no último mês de maio, segundo publicações dos jornais espanhóis "Marca" e "Plaza Deportiva".

Como a janela de transferências de jogadores do futebol internacional para o Brasil está fechada, Jonas somente poderia entrar em campo pelo Timão em janeiro do ano que vem. Uma contratação semelhante à de Elias não é bem vista pela alta cúpula do Corinthians – anunciado pelo clube no início de abril, o camisa 7 somente foi regularizado em meados de julho, o que lhe rendeu três meses e meio de "molho" e salário simbólico de R$ 100 mil.

É consenso entre pessoas influentes do Corinthians que Jonas é um grande jogador. Parte da diretoria, no entanto, vê o atual elenco "fechado" até o término da temporada, ao contrário do discurso adotado pelo presidente do clube, Mário Gobbi – o mandatário anunciou no último domingo interesse em buscar um "plano B" após o fracasso da negociação por Nilmar.

Ao menos para 2014, Jonas não interessa ao
Corinthians (Foto: Franck Fife/AFP)

Revelado nas categorias de base do Guarani, Jonas se destacou no Grêmio entre os anos de 2007 e 2011. No futebol brasileiro, ele também passou pelo Santos. No Valencia, acumula 158 jogos e 51 gols anotados. Sua última partida oficial aconteceu no dia 17 de maio, na vitória do Valencia por 2 a 1 sobre o Celta de Vigo.

Atualmente, o Corinthians conta com cinco atacantes em seu elenco: Guerrero, Ángel Romero, Romarinho, Luciano e Malcom. O primeiro é desfalque momentâneo da equipe de Mano Menezes, já que foi convocado pela seleção peruana.

Fonte: Lancenet

Sem Nilmar, Corinthians pode negociar com jogador "culpado" pelo rebaixamento em 2007



Jonas está no mercado após deixar o Valencia
(Foto: AFP)

O Valencia anunciou, por intermédio do site oficial, que rescindiu o contrato com o atacante Valencia. Em contrapartida, para o setor o clube confirmou, ainda nesta segunda-feira, a chegada de Negredo, emprestado pelo Manchester City.

Jonas, portanto, está livre para assinar com qualquer clube, mesmo com o fechamento da janela. São Paulo e Corinthians foram alguns brasileiros que manifestaram o interesse em repatriar o jogador.

O atacante estava no Valencia desde 2011. Antes de chegar ao futebol espanhol, foi o artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2010, jogando pelo Grêmio.

Fonte: Lancenet

Gobbi compara salário pedido por Nilmar a uma Ferrari e desiste de contratá-lo



Segundo Gobbi, a negociação foi encerrada assim que o empresário Orlando da Hora informou quanto o seu cliente queria ganhar - antes mesmo de iniciar a conversa, ele avisava que a transação não seria barata. O agente já havia se desentendido com dirigentes corintianos na passagem anterior do atacante pelo clube.

Gobbi chegou a comparar o negócio com a tentativa de comprar um automóvel da marca Ferrari. 'Se falam que o valor é R$ 1 bilhão, que contraproposta vou fazer?', questionou o mandatário.

Sem Nilmar, o Corinthians ainda corre o risco de perder outro atacante. Romarinho (autor do gol diante do Fluminense) interessa a clubes do exterior, e o presidente não descartou a transferência.

Preocupado com a falta de opções no setor ofensivo (atualmente sem Paolo Guerrero, convocado para defender o Peru), o técnico Mano Menezes reforçou o seu clamor por reforços. 'Sem dúvida, precisamos de reposição. É lógico que não dá para ficar nessa situação. Mas já falamos disso. Se insistirmos, parece que é justificativa', ponderou.

Fonte: IG

Nilmar pode voltar para "casa" e descartar Corinthians



Nilmar usa calção do Inter nos treinos em Porto Alegre (Foto: Eduardo Deconto/GloboEsporte.com)
Nilmar segue em Porto Alegre à espera de uma decisão sobre seu futuro. O Corinthians, que estava na briga pelo atacante, desistiu do negócio neste fim de semana. O clube gaúcho continua acompanhando a situação e, se houver alguma chance, vai investir para voltar a ter o atleta no elenco. Inclusive, já prepara o envio de uma proposta oficial.

O jogador conseguiu resolver a pendência que tinha com o El Jaish, do Catar, e pode criar vínculo com outra equipe. Agora, o principal problema é o dinheiro. O motivo da desistência do Corinthians, segundo o presidente Mario Gobbi, é justamente o alto valor pedido.

Nilmar não é um jogador barato, e o empresário Orlando da Hora não cansa de repetir. A direção do Inter está ciente disso. O interesse do clube foi manifestado ao empresário, mas as conversas ainda não chegaram à discussão de valores e condições de contrato. Também é fato que o Colorado não fará loucuras.

Em entrevista no sábado, o diretor de futebol colorado, Roberto Melo, admitiu que o clube destinará forças para contratar o atacante se as portas forem abertas.

- Se houver uma mínima chance, vamos fazer o possível para ter o jogador - afirmou à Rádio Gaúcha.
Para manter a forma, Nilmar realiza trabalhos físicos em Porto Alegre. No início de agosto, em entrevista coletiva após um de seus treinamentos, ele falou do carinho pelo Colorado. Inclusive, vestia calção do Inter durante a conversa com a imprensa. Na hora de decidir seu destino, porém, garantiu que será profissional. Vai optar pelo que for melhor para a sua carreira, e para a família.

A novela Nilmar se estende e, mesmo que o Inter já tenha tornado público seu interesse em ter o jogador, um desfecho ainda parece um pouco distante. Informação de que a Roma, da Itália, estaria perto de fechar com o atacante, não foi confirmada pelo empresário.

Fonte: Globo Esporte

Presidente diz que encerrou negociação por Nilmar: 'Desejamos boa sorte'



O presidente do Corinthians Mário Gobbi Filhou afirmou, neste domingo, que o Corinthians não negocia mais com o atacante Nilmar. Nas conversas com o empresário Orlando da Hora, o jogador de 30 anos pediu cerca de R$ 1 milhão de salários, que foi considerado inviável pelo clube.

- A conversa foi bastante simples, sobre valores. A pergunta foi feita e os números são tão fora da realidade que nós desejamos boa sorte e seguimos em frente - disse o mandatário, à Rádio Bradesco Esportes FM.

Gobbi afirma que não fará contraproposta e que não há mais negociação porque não vê como chegar a um valor comum com Da Hora.
- Fizemos uma consulta, a resposta veio e nós encerramos a negociação ali. Está fora de cogitação. Se vou comprar uma Ferrari, pergunto: "Quanto é?". Se respondem "Um bilhão", digo "Até logo, obrigado", viro as costas e vou embora. Não vou fazer contraproposta - ressaltou Gobbi.

- O que ele está pedindo, está fora da realidade do mundo brasileiro. Ele teria que jogar em outro país - completou.

Nilmar rescidiu contrato com o
 El Jaish (Foto: Divulgação/El Jaish)


Fonte: Lancenet

Corinthians desiste de zagueiro e concentra todas suas forças em atacante



Nas últimas semanas, a diretoria do Corinthians esteve atrás de zagueiros. Mas não está mais interessada em contratar jogadores para a posição. André Dias, ex-São Paulo, e Vilson, ex-Palmeiras, estavam na mira. Mas a negociação com ambos foi descartada.

Vilson tinha o apoio de pessoas do departamento médico, porque está se tratando no CT Joaquim Grava. E André Dias chamou a atenção depois de sair do italiano Lazio. Só que o salário pedido pelo ex-são-paulino assustou a direção alvinegra.

A procura por zagueiro nesse momento deve ser suspensa pelo Corinthians. Todas as forças devem estar na negociação por Nilmar. Pelo menos é o que sinaliza a diretoria alvinegra.

O Timão volta a campo neste domingo, às 16h, na Arena Corinthians, para encarar o Fluminense. Depois de cair para a quarta colocação, o time paulista quer se manter no G-4, enquanto os cariocas, em quinto, estão de olho numa posição no grupo.

André Dias não está mais na mira do Corinthians
(Foto: Getty Images)

Fonte: Globo Esporte

Corinthians atualiza torcida sobre reforços e possíveis saídas



Depois de muita especulação e várias sondagens, o Corinthians, enfim, iniciou nesta sexta-feira as negociações para a contratação do atacante Nilmar. Quem confirma é Ronaldo Ximenes, diretor de futebol do Timão. Em entrevista coletiva no CT Joaquim Grava, o dirigente deu detalhes sobre a conversa que teve com Orlando da Hora, agente de Nilmar.

- Acabei de falar com o Orlando. O Nilmar se desvinculou do clube que ele jogava (El Jaish, do Catar). Agora, vamos começar a negociar. Naturalmente, a pedida de qualquer jogador é alta para vir ao Corinthians. Mas vamos conversar. A partir de agora vamos conversar. Se for conveniente, ele virá. Vamos ver. O Corinthians não participará de leilão pelo Nilmar. E o salário dele não ultrapassara o teto do Corinthians - disse Ximenes.

O dirigente confirmou também a sondagem do próprio El Jaish sobre Romarinho, atualmente na reserva do Corinthians. A expectativa é de que a oferta seja formalizada neste sábado.

- Ainda não chegou a proposta. Tudo indica que ela chega amanhã. A proposta é do Catar, do mesmo clube que jogava o Nilmar - disse Ximenes.

Questionado se a oferta por Romarinho seria de 7 milhões de euros, o dirigente respondeu:
- 7 milhões é baixo, mas vamos esperar ela chegar.

Ximenes aproveitou para comentar sobre as sondagens que Paolo Guerrero tem recebido. Sunderland e West Ham, ambos da Inglaterra, teriam demonstrado interesse no peruano, que tem contrato até 2015 com o Timão. O dirigente prometeu chamar o atacante para tentar prorrogar o vínculo.

- Guerrero não sai do Corinthians em 2014. Vou tentar renovar o contrato dele.

Guerrero foi sondado por clubes ingleses, e Romarinho interessa a time árabe (Foto: Daniel Augusto Jr / Ag.Corinthians)

* André Guerreiro colaborou sob supervisão de Juliano Costa 

Fonte: Globo Esporte

Nilmar e Corinthians: R$ 1 milhão de salários e vários interessados



Nilmar em ação com a camisa do El Jaish,
seu ex-clube (Foto: Divulgação El Jaish)

A primeira negociação entre a diretoria do Corinthians e o empresário de Nilmar, Orlando da Hora, foi bem pior do que o esperado. O clube alega que o agente pediu R$ 1 milhão de salários, valor considerado absurdo e totalmente inviável. Além disso, foi dito que outros clubes também estão na briga. Os italianos Roma e Juventus e os ingleses Manchester City e Manchester United foram citados por Da Hora como interessados.

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, o diretor de futebol do Timão, Ronaldo Ximenes, revelou que havia conversado com o empresário e que a pedida estava fora da realidade do clube.

- A primeira proposta é sempre assustadora e mais alta do que imaginamos. Começamos a conversar sobre isso. Se for conveniente vamos conversar. Mas eu posso garantir que não ultrapassará o teto (salarial) do Corinthians - disse o dirigente.

O Corinthians, na realidade, esperava números menores. Uma sondagem havia sido feita pelo presidente alvinegro, Mário Gobbi Filho, ao staff do atacante. A ideia era que Nilmar desejava receber R$ 600 mil de salários mensais e R$ 2 milhões de luvas. Essa pedida já era considerada impossível de atender. A atual está mais distante ainda.

A diretoria alvinegra afirma que segue com interesse, mas não fará loucuras. Caso Nilmar não consiga ter o desejo atendido por outros interessados, o Timão fará nova proposta.

Fonte
087653SAzqwrh=

Roma encaminha contratação de Nilmar, afirma rádio



Principal alvo do Corinthians para a sequência do Campeonato Brasileiro, Nilmar está perto de acertar com a Roma. Segundo informações do repórter Matheus Trindade, da rádio Bandeirantes, a negociação estaria bastante avançada.

De acordo com a notícia, empresário e jogador iniciaram as conversas com time do Parque São Jorge, mas o alto salário pedido pelo atleta e a preferência pelo futebol europeu acabaram pesando. No último dia 19, Nilmar fez o juramento à bandeira espanhola para finalizar o processo de retirada do passaporte europeu, o que facilitaria a sua transferência para os romanistas.

O interesse da Roma pelo atacante é antigo. Em 2011, quando ele ainda defendia o Villarreal, os italianos tiveram uma oferta de 25 milhões de euros recusada pela equipe espanhola. Um ano depois, após o rebaixamento do clube no Campeonato Espanhol, Nilmar acabou indo jogar no futebol do Catar.

Segundo rádio Bandeirantes, Nilmar está perto de acertar com a Roma

Fonte: Yahoo

Com saída de Romarinho, Corinthians quer acelerar chegada de Nilmar



Nilmar é o desejo da diretoria do
Timão (Foto: Divulgação/El Jaish)

Com a saída de Romarinho encaminhada para o Shakhtar Donetsk (UCR), o Corinthians espera poder concretizar em breve a chegada de Nilmar. O clube, que tem 40% dos direitos econômicos do atacante, deve receber R$ 8,5 milhões, uma vez que o negócio que está para sair renderá cerca de R$ 21 milhões.

A diretoria alvinegra ainda mantém cautela para falar na contratação, pois é reticente em negociar com o agente de Nilmar, Orlando da Hora. Já foi considerado inviável pagar R$ 600 mil de salários e R$ 2 milhões de luvas, como falado na primeira sondagem, feita por telefone pelo presidente Mário Gobbi Filho. Neste momento, não há nenhuma negociação concreta, mas a intenção é anunciar o jogador de 30 anos de idade o quanto antes.

Da Hora está no Qatar com um advogado para resolver as últimas pendências com o El Jaish, clube com o qual Nilmar tinha contrato e tem valores a receber. Antes, ele havia informado apenas que estava na Espanha. O contato com o agente tem sido difícil, segundo relatos de quem acompanha a situação.

O dinheiro que entrará nos cofres do Corinthians pode fazer com que cada lado ceda um pouco mais para que, enfim, o desfecho ser feliz. Nos últimos dias, o Timão teve de pedir adiantamento de R$ 15 milhões à TV Globo e à Federação Paulista de Futebol (FPF) para fazer um pagamento ao governo federal, referente a uma dívida de impostos não pagos. O ex-presidente Andrés Sanchez, o ex-diretor de futebol Roberto de Andrade, o ex-diretor administrativo André Luiz de Oliveira e o diretor de finanças Raul Correa da Silva eram citados em uma ação penal movida pelo Ministério Público Federal.

Atualmente, no setor ofensivo, a equipe alvinegra conta com Guerrero, Luciano, Romero e Romarinho - este que já tem a saída praticamente concretizada. A produção do ataque tem irritado Mano Menezes e a torcida, quem esperam urgentemente a chegada de Nilmar.

Fonte: Lancenet
 
Veículo de notícias sobre o Sport Club Corinthians Paulista | Todos os direitos reservados © 2012 - 2014. Timão do povo - Notícias do Corinthians