2

Chinelinho? Roger rebate apelido que recebeu pela Fiel no Corinthians

Campeão Brasileiro pelo Corinthians em 2005, o ex-meia Roger falou sobre momentos que viveu pelo clube paulista em sua passagem na década passada.

Aposentado dos gramados e comentarista esportivo atualmente, Roger revelou ao Desimpedidos, canal esportivo do Youtube, que o apelido de 'chinelinho' que recebeu em tempos de Timão, segundo ele, não se justifica.

“Até hoje me falam disso. Nunca ninguém teve coragem de me perguntar sobre isso em uma entrevista“, iniciou.

“Não gostava [do apelido], porque é pejorativo. Pior coisa para um atleta de futebol é estar inativo por causa de lesão. Nenhum jogador gosta de ficar de fora porque está machucado. Eu ficava p…“ argumentou.



Roger revelou que o apelido quase rendeu campanhas publicitárias para ele na época. O ex-meia, porém, disse ter recusado todas.

“Não ia assumir isso e usar, mas quase saiu uma propaganda das Havaianas. Eu ia fazer, mas não chegamos em um acordo [dinheiro]“, lembrou.

“Chinelinho é quem não joga, inventa motivo pra ficar de fora. Em dois anos de Corinthians tenho uma média de quase 50 partidas por ano, sendo que fiquei cinco meses parado por contusão. Acho que tem alguém aí fazendo conta errada, porque chinelinho, até onde sei, não joga tantas vezes“, finalizou.

Pelo Corinthians, Roger jogou 106 vezes e marcou 23 gols.



COMPARTILHE A NOTÍCIA: