Humilhado por Robinho, jogador da Chape responde: "Vim do Corinthians" - É o time do povo - Notícias do Corinthians
2

Humilhado por Robinho, jogador da Chape responde: "Vim do Corinthians"

Imagem: Reprodução/SporTV

Poucos sabiam, mas o volante Moisés, humilhado pelo atacante Robinho, do Atlético-MG, na vitória da Chapecoense por 3 a 2 sobre o clube mineiro, veio da base do Corinthians.

Em entrevista ao Lance!, Moisés respondeu o atacante Robinho. Na partida contra o Galo, o volante ouviu do atacante a seguinte pergunta durante uma confusão no confronto: "Jogou onde?". A provocação do atleticano, porém, não tira a humildade do atleta revelado no "Terrão" do Timão.

"O Robinho já fez essa pergunta (risos). Fiz a base no Corinthians, depois joguei no Olaria, Bragantino, Mogi Mirim, Boa Esporte, Linense, Sampaio Corrêa, no Japão e agora na Chapecoense. Já dei uma rodada por aí, um pouquinho", disse.

"Vim de uma família humilde, mas graças a Deus trabalhadora. Eu vim de baixo. Não é por estar hoje jogando em um time grande, como a Chapecoense, que vou desmerecer meus companheiros, as pessoas que eu conheço", completou, cutucando Robinho.

Moisés explicou o que aconteceu no lance em que discutiu com Robinho. A Chapecoense vencia por 2 a 1 quando o Atlético-MG empatou. Robinho começou a desrespeitar os jogadores da Chapecoense.



"Eu falei com ele para respeitar a Chapecoense, porque quando estava 2 a 1 para nós ele tava (sic) jogando sério, e quando o Atlético empatou ele quis fazer graça. Falei que não tinha necessidade daquilo. Aí ele veio e perguntou onde eu tinha jogado, porém não respondi mais nada para ele. Minutos depois fizemos 3 a 2. Não nos falamos depois do jogo, não teve mais conversa. Acabou a partida, cada um foi para o seu lado, vida que segue. Nem guardei mágoa, foi coisa de jogo. Não guardei mágoa com o Robinho. Está perdoado", afirmou.

Perguntado sobre porque não vingou no Corinthians, o volante se culpou pelo fracasso após ter feito toda a base no clube paulista.

"Faltou eu estar mais preparado. A oportunidade veio, mas no momento que chegou eu não tinha a cabeça que tenho hoje. Hoje me preparo mais para cada dia, me preparo para cada momento na minha vida. Se fosse hoje, aproveitaria melhor a oportunidade que tive. Eu não chegava a aprontar, mas depois que casei e tive meu filho ganhei mais preocupações, sabe. Quando estava no Corinthians eu só namorava... Acho que eu não tinha objetivo, uma ambição. Hoje tenho a ambição de criar meu filho, que tem um ano, de ser feliz com minha esposa. As coisas mudaram", lembrou.

Por fim, Moisés falou do sonho em retornar ao Corinthians um dia. Ele classificou como "maior sonho" voltar a vestir a camisa alvinegra.

"Só fiz um jogo como profissional do Corinthians, um amistoso contra o Audax. Nem cheguei a jogar campeonato, mas agradeço minha vida ao Corinthians, porque o Corinthians me lançou. Eu devo tudo ao Corinthians. Quem sabe um dia... Meu maior sonho é voltar a jogar (pelo Corinthians), a vestir a camisa do Corinthians. Eu entrego nas mãos de Deus. Quem sabe um dia", projetou.



COMPARTILHE A NOTÍCIA: