2

Carille projeta vitórias para o título e diz se Clayson virou titular

Foto: Agência Corinthians

Aliviado com a vitória por 3 a 2 sobre o maior rival Palmeiras, liderança isolada do Campeonato Brasileiro com seis pontos na frente do vice-líder Santos, e com o título Brasileiro encaminhado, o técnico Fábio Carille, do Corinthians, falou após a vitória no Dérbi.

Em entrevista coletiva ainda em Itaquera, o treinador alvinegro foi perguntado sobre quantos pontos o Timão precisa para garantir o primeiro heptacampeonato da história do Brasileirão. Para o corinthiano, cinco vitórias garantem a taça no Parque São Jorge.

"Matematicamente, a gente tem de trabalhar com cinco vitórias. Vamos pensar na próxima partida, que vai ser muito importante. Ir para Curitiba e fazer um jogo bem inteligente. Vamos continuar falando jogo a jogo e não ficar projetando muitos números", argumentou.



Carille também praticamente descartou o Palmeiras na briga pelo Brasileirão. O rival alviverde tem oito pontos de diferença para o Timão e caiu para a quarta colocação da competição.

"Como eu disse na sexta, o campeonato não tem nada decidido ainda. Mas, em relação ao Palmeiras, fica muito mais difícil para eles. Não é impossível, mas difícil", avaliou.

Entre outras coisas, o professor corinthiano avaliou o desempenho do atacante Clayson na partida. O treinador não garantiu a presença do atleta como titular nas próximas partidas. A lesão do meia Marquinhos Gabriel seria um dos motivos.


"Tenho a preocupação de terminar o jogo com o Clayson (em campo). Hoje, terminei sem um velocista. O Marquinhos está machucado, o Romero não é tanto esse cara. Se eu estou com o resultado e não tenho o Clayson no jogo, fica difícil. Por isso falo de 14 jogadores. Quando o Clayson não aguentou mais, dava para trabalhar com jogadores de meio e não com tanta profundidade", analisou Carille.


COMPARTILHE A NOTÍCIA: