2

Emocionado, Cássio lembra da infância e comemora erguer taça pelo 'maior do Brasil'

Sete títulos, 317 jogos e uma idolatria conquistado por poucos jogadores que atuaram pelo Corinthians. Esse é o panorama atual do goleiro Cássio dentro do clube alvinegro e ele sabe disso.

Após o empate em 2 a 2 diante do Atlético-MG e a possibilidade de erguer a taça como capitão alvinegro, Cássio falou aos repórteres dentro do gramado sobre a emoção de levantar o troféu do heptacampeonato corinthiano. O camisa 12 se emocionou, relembrou a infância e classificou o Timão como 'a maior equipe do Brasil'.

"Confesso que fiquei muito feliz. Qualquer jogador poderia erguer nesse grupo porque todos são merecedores. Erguer pra mim começa a passar um filme na cabeça, na infância em busca de um sonho de ser jogadores e ser capitão, erguer uma taça, ainda pelo Corinthians que na minha opinião, é o maior equipe do Brasil", declarou Cássio.



Apesar da euforia com mais um título pelo Corinthians, Cássio alertou o grupo sobre a próxima temporada. "Não imaginava nem nos meus sonhos tudo que está acontecendo. Mas não podemos nos acomodar, ano que vem tem que ser melhor que esse ano", projetou o goleiro.

Por fim, o titular da meta alvinegra mostrou vontade mesmo após o título e o apenas cumprimento da tabela diante do Sport, na Ilha do Retiro. Ele quer jogar.

"Acredito que sim (vou pro jogo), falei pro Carille que estou à disposição", afirmou Cássio.



COMPARTILHE A NOTÍCIA: