Apresentado, Henrique prega respeito por briga na zaga e mira Libertadores: 'Ajudar' - É o time do povo - Notícias do Corinthians
2

Apresentado, Henrique prega respeito por briga na zaga e mira Libertadores: 'Ajudar'

Henrique vestiu camisa do Timão | Foto: Agência Corinthians

O zagueiro Henrique finalmente foi apresentado pelo Corinthians nesta segunda-feira (29), no CT Joaquim Grava. Em entrevista coletiva para a imprensa, o defensor de 31 anos comemorou a chegada ao clube alvinegro, pregou respeito na briga por uma vaga na equipe do técnico Fábio Carille e já projetou a Copa Libertadores.

"Acho que é uma honra muito grande vestir essa camisa, é uma felicidade enorme poder representar um clube com tantas tradições. Sabemos da responsabilidade que é vestir essa camisa, mas estamos preparados", declarou Henrique nas primeiras palavras com a camisa do Timão.

"Jogar aqui é uma responsabilidade muito grande. Teve jogadores campeões aqui, tem jogadores que, como o Pablo, pode fazer a diferença, como ele fez. Sabemos do potencial que ele tinha aqui, ele deixou seu nome, mas tem muita coisa para acontecer. Fui bem recebido por todos. Vou buscar fazer o melhor dentro de campo e ajudar os companheiros", completou o defensor.



Perguntado sobre a oportunidade de defender o Corinthians e ser visto pelo técnico Tite para uma possível convocação à Copa do Mundo da Rússia de 2018, Henrique destacou que pretende pensar apenas no clube alvinegro, mas não deixou de comentar a 'grande janela' que é o Timão.

"Futebol é muito dinâmico, o Corinthians é uma grande janela, mas meu pensamento é ajudar o Corinthians a conseguir seus objetivos. Tem muito chão pela frente. Meu pensamento é em ajudar e dar alegrias para a torcida. Pretendo retribuir todo o carinho que tiveram comigo. A Seleção claro que desejamos voltar. É buscar a cada treino e chance de mostrar meu trabalho. O primeiro objetivo é ajudar a equipe, sabemos que o elenco é muito forte, mas vou buscar meu espaço. Estou preparado para fazer um grande ano", disse Henrique.

O defensor mostrou-se honrado em vestir a camisa do Corinthians. Ex-zagueiro do Fluminense, Henrique teve passagens pelo rival Palmeiras, e grandes equipes da Europa, casos do Napoli-ITA, e Barcelona-ESP.

"Eu tinha muita vontade de vestir essa camisa, para mim é uma honra muito grande. Então estou muito feliz mesmo. Quando recebi a notícia que poderia dar certo foi muito grande a felicidade. Tive momentos no Fluminense, Napoli, fora... A gente convive e acaba tendo suas projeções no clube. Isso é passado. Vivemos o presente. Meu pensamento é mostrar meu futebol. Daqui para a frente é vida nova e honrar esse manto", projetou o defensor.

Henrique ainda pregou respeito ao concorrente de zaga Pedro Henrique. O defensor disse que brigará por uma vaga, mas tudo com respeito ao elenco.






"Todos os jogadores têm condições de jogar, de ser titular. Todo mundo se prepara e se dedica, dá para ver nos treinos. É uma briga sadia que ocorre. Todo mundo busca sua posição, mas é uma briga saudável. Vamos brigar e lutar, sempre respeitando o companheiro, para ajudar", declarou.

Entre outras coisas, Henrique também foi perguntado pelos repórteres sobre a Libertadores 2018. O defensor mostrou disposição para disputar o maior torneio do continente.

"A gente sabe que Libertadores é um dos campeonatos mais importantes do mundo, então minha expectativa é poder ajudar. Tem equipes que entram em campo não só para jogar futebol, mas aqui no Corinthians tem jogadores com rodagem, tem uma mescla boa. Não adianta pegar só cascudo e não render dentro de campo. O que puder fazer para ajudar, tanto dentro quanto fora de campo, vou me esforçar para fazer", afirmou.


COMPARTILHE A NOTÍCIA: