2

Sanchez detona Haddah (PT), ex-prefeito de São Paulo: "Ferrou o Corinthians"

Candidato à presidência do Corinthians nas eleições do próximo dia 3 de fevereiro, o deputado federal Andrés Sanchez (PT), detonou o ex-prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad, por conta do chamado 'overlay da Arena Corinthians'.

Em entrevista à Rádio Jovem Pan, Sanchez explicou a insatisfação com o ex-prefeito e afirmou que ele 'ferrou o Corinthians'. 'Overlay' é o termo usado pela Fifa para se referir às estruturas provisórias dos estádios da Copa do Mundo, não incluindo as arquibancadas móveis. O custo da Arena para implementar estruturas provisórias em algumas áreas do estádio chegou aos R$ 96 milhões, que segundo Andrés, não foram pagos pela prefeitura.



“O grande Fernando Haddad, o grande prefeito, o grande o raio que os parta… O cara só ferrou o Corinthians! E mentiu! A prefeitura tinha assinado que iria pagar o overlay… Chegou na hora, não pagou o overlay! Foram mais R$ 96 milhões (na conta do Corinthians)! Aí eu fui lá e disse: ‘mas tem que pagar!’. Ele me falou: ‘se não fizer a Copa do Mundo aqui, não tem os CIDs (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento)’. Então, eu tive que assumir quase R$ 100 milhões para receber os R$ 420 milhões de CIDs, porque, se não tivesse a abertura (da Copa no estádio), não teria os CIDs”, declarou Sanchez.

O candidato ainda comentou sobre a Arena e a Lava Jato, operação da Polícia Federal que prendeu nomes famosos da política nos últimos anos. Sanchez afirma que o estádio não está e nunca esteve envolvido em qualquer problema.

<!– google_ad_section_start –><!– google_ad_section_end –>





“A Arena Corinthians não está na Lava Jato! Isso é mentira! Nunca esteve! Está na Fair Play! Nem eu e nem a Arena Corinthians estamos na Lava Jato! A construção da Arena foi transparente… Foi aprovada no Conselho! Todos os conselheiros leram o contrato", afirmou.

Johnny Drum/Jovem Pan


COMPARTILHE A NOTÍCIA: