Através de diretor, Corinthians se manifesta sobre 'novela Zeca' - É o time do povo - Notícias do Corinthians
2

Através de diretor, Corinthians se manifesta sobre 'novela Zeca'

Duílio falou à imprensa sobre Zeca | Reprodução: Globo Esporte

O Corinthians segue em busca do lateral Zeca, do Santos. Na noite desta quarta-feira (14), o diretor Duílio Monteiro Alves veio à público comentar sobre os últimos episódios da novela envolvendo o defensor. Nas últimas horas, o acerto que esteve praticamente selado após o Timão publicar na web provocando o rival, sofreu uma reviravolta - clique aqui e entenda.



Segundo Duílio, a informação que os empresários teriam desistido de repassar Zeca ao Corinthians não é verdadeira. O Timão é quem está tomando cuidados sobre o negócio.

"Não tivemos negativa (dos empresários), senão o discurso seria outro. Como disse, não vamos correr riscos, é nossa posição final. Por existir ainda modelos de negócios, ainda existe (chance de dar certo). Mas como já coloquei, muito cuidado para não gerar expectativa da torcida. Independentemente dos agentes, do pagamento, o Corinthians só vai fazer tendo total segurança de que não terá nenhum risco", disse.

"Ainda há possibilidade. O departamento jurídico vem trabalhando e vamos vendo algumas formas de contrato que possam assegurar que não corremos riscos. Não mudou nada. Continuamos estudando com o jurídico, reuniões com o empresário, com o próprio jogador, para que a gente faça algo seguro, que não traga prejuízos ao clube", completou.




Perguntado sobre o prazo para o acerto com Zeca de maneira definitiva, Duílio não quis colocar prazos, mas espera que tudo se resolva o mais rápido possível. "A gente não gosta de espera. Dar um dia, três. Mas é possível que gere desgaste para o jogador, para a torcida, para nós, então quanto antes resolver, melhor", projetou.

Por fim, o diretor respondeu sobre a provocação feita pelo Corinthians no Twitter no inicio da tarde desta quarta-feira, indicando que Zeca estava a caminho do Timão. "Não sei se foi precipitado, só deu a entender que já estava fechado, encaminhado. Vi hoje de manhã, até brinquei que se ele não subisse a serra, não dava pra ter negociação" argumentou.



COMPARTILHE A NOTÍCIA: