Romero tem razão. Medalhões da imprensa esportiva são xenofóbicos - É o time do povo - Notícias do Corinthians
2

Romero tem razão. Medalhões da imprensa esportiva são xenofóbicos

Foto: Agência Corinthians

Por: Danilo Vieira

Antes de mais nada é preciso deixar claro que as palavras a seguir não são no intuito de ferir a reputação de nenhum jornalista esportivo, tampouco criar polêmica. É apenas uma impressão que venho tendo há alguns anos: a imprensa esportiva, alguns nomes mais famosos dela, são xenofóbicos!



As declarações do paraguaio Romero nesta terça-feira (06), no CT Joaquim Grava, acerca da polêmica que se meteu com o Santos após o clássico do último domingo são óbvias - clique aqui e leia .Jogadores estrangeiros sofrem resistência e preconceito no Brasil se não forem, no mínimo, muito acima da média do restante dos jogadores nacionais.

Um caso emblemático é do próprio Romero. Apesar de dar a vida pelo Corinthians em todos os jogos, correr 90 minutos e suar sangue, o paraguaio foi/é o principal alvo de críticas em muitas partidas do Timão quando a vitória não aparece. Aproveito aqui para deixar uma crítica ao torcedor alvinegro, que também tem sua parte xenofóbica e não aceita a evidente qualidade do jogador. Afinal, qual a diferença entre Romero e Jorge Henrique, por exemplo? O segundo não era tão criticado quanto o primeiro. Estou errado?

Um dos nomes xenofóbicos da imprensa esportiva é o ídolo da Fiel, o Craque Neto. Primeiramente, deixo aqui registrado minha admiração, respeito e idolatria pelo ex-meia. Ao contrário de muitos torcedores do Timão, sou um tremendo fã do Neto.

Em todos esses anos em que acompanho o Neto comentando e sendo apresentador, jogadores estrangeiros sofreram na mão do ídolo da Fiel. O caso mais recente que me vem à memória é o do atacante Borja, do Palmeiras. Em 2017, em quase todos os programas "Os Donos da Bola", Neto criticou o colombiano. A impressão que fica é apenas de uma xenofobia disfarçada de crítica. É feio e chato. Se eu fosse amigo do Craque Neto, falaria isso para ele.




Enfim...

Romero foi perfeito na entrevista de hoje. Mostrou respeito ao Santos, mas desabafou com enorme inteligência e revelou que testou a imprensa. E com certeza testou mesmo. Mesmo após a coletiva, as críticas por parte dos jornalistas continuam, e inclusive, aumentaram.

A imprensa esportiva, os medalhões dela, são xenofóbicos.



COMPARTILHE A NOTÍCIA: