2

Sangue nos olhos! Sheik manda recado à Fiel sobre bi da Libertadores

Reprodução: Globo Esporte

Mais uma vez herói do Corinthians em uma vitória na temporada, o atacante Emerson Sheik falou à imprensa após o 2 a 0 diante do Deportivo Lara-VEN, jogo válido pela segunda rodada da Libertadores da América.



Entre outras coisas, Sheik mostrou-se entusiasmado com a possibilidade de conquistar o bicampeonato da América. Vale lembrar que o atacante foi quem marcou os dois gols do Timão na final diante do Boca Junior, em 2012, que deu ao Timão o primeiro título da competição nacional.

"Em primeiro lugar eu me sinto privilegiado de saber que consigo transmitir esse sentimento ao torcedor, mas também é motivação, para se dedicar mais, treinar mais, contribuir como for para a equipe buscar o bicampeonato. Esse é nosso desejo, nosso sonho. Como foi em 2012, queremos buscar o título", disse Sheik.

O atacante também comentou sobre o gol diante da equipe venezuelana. Na jogada, Sheik cabeceou e ficou caído no chão com dores na cabeça. Segundo o jogador, ele ficou com medo de morrer.




"O que aconteceu é que no momento da cabeçada eu fiquei tonto. Nem vi o gol ainda. Na sequência, dei um carrinho na lateral e eu fiquei com medo. Fiquei com medo de morrer (risos). Tem gente que pode entrar e suprir bem, foi só uma tontura. Fiquei preocupado. Acho que foi pela cabeçada", lembrou o bem-humorada Sheik.

Sheik destacou o trabalho para explicar o bom futebol aos 39 anos. O jogador também foi o autor do gol da vitória do Timão diante do Mirassol, pelo Campeonato Paulista, na penúltima rodada da fase de grupos na competição regional.

"Acredito hoje que tem que trabalhar, se cuidar e aí você obtém resultados bons. Sorte, não acredito. Predestinado? Talvez. Mas hoje acho isso, que só se consegue resultados bons se trabalhar", finalizou.



COMPARTILHE A NOTÍCIA: