Sheik se emociona com estreia na Libertadores e dá receita pro bi: 'Humildade' - É o time do povo - Notícias do Corinthians
2

Sheik se emociona com estreia na Libertadores e dá receita pro bi: 'Humildade'

Foto: Agência Corinthians

Após entrar na segunda etapa do 0 a 0 diante do Millonarios, na Colômbia, jogo válido pela estreia do Corinthians na Libertadores 2018, o atacante Emerson Sheik se emocionou ao comentar a partida.



Com boa atuação quando foi acionado, Sheik falou da gratidão ao clube, agradeceu a oportunidade gerada por Fábio Carille, e projetou 'fazer valer sua presença' no clube.

"O Fábio (Carille, técnico) vem acompanhando não só os 11 que entram jogando, ele tem olhado todos os atletas e dado oportunidades. Fico feliz de melhorar a cada jogo e consequentemente poder ajudar. Fico feliz. Essa gratidão com o Corinthians eu sempre deixei muito clara, foi o clube que me mostrou nos cenários nacional e internacional. É gratidão e ao mesmo tempo querendo sempre melhorar para honrar a camisa do Corinthians e fazer valer minha presença aqui", declarou Sheik.

"Quando o atleta tiver oportunidade de entrar, tem que colaborar. Estou feliz porque entrei e até recebi alguns elogios. Eu gosto da Libertadores e de jogos difíceis. Não só Libertadores, mas também no regional e no nacional. Eu gosto desses jogos", completou o atacante.




Sheik também falou da idade avançada, o que vem gerando questionamentos por parte da torcida e também da imprensa. Ele destacou que abdicou de coisas que quando mais jovem fazia.

"Tenho 39 anos, né?! Poucas pessoas sabem os cuidados que eu tenho, que um tempo atrás eu não tinha tanto, abdicando de coisas importantes na vida de qualquer pessoa para treinar bem e me condicionar o quanto antes. É gratificante entrar, cooperar e receber elogios. A pegada vai continuar a mesma", projetou.


Por fim, Sheik lembrou da postura do Corinthians em competições internacionais. Para conquistar o bi da América, o atacante deu a receita: Humildade.

"Há muitos anos o Corinthians adotou uma postura, já tem um DNA dentro do clube. Certamente seguindo essa fórmula, a possibilidade de conquista é bem grande. Com humildade, sabendo que não tem estrela, que cada um tem uma parcela de cooperação para no final o coletivo prevalecer. Com tudo isso, tenho certeza de que o Corinthians pode chegar longe", finalizou Sheik.



COMPARTILHE A NOTÍCIA: