2

Vereador do MBL acusa Corinthians de 'apito amigo' após eliminação do SPFC

Charles Sholl/3.7.2017/Futura Press/Folhapress

Vereador eleito na cidade de São Paulo com 48.055 votos na última eleição, Fernando Holiday, o controverso político que se diz contra a corrupção mas é acusado de Caixa Dois, e que vai na contramão de todos movimentos sociais que são contra o racismo por considerar todos eles partidários (entende-se de esquerda), cometeu mais uma de suas sandices.



Através das redes sociais, Holiday acusou o Corinthians de favorecimento no confronto diante do São Paulo, na última quarta-feira (28), quando o Timão eliminou o rival nas penalidades máximas.

"Ainda está complicado engolir aqueles 5 minutos de acréscimo no jogo de ontem. Afinal, o que seria do @Corinthians sem o histórico apito amigo? Bom dia. #ApitoAmigo #Revoltado #VamosSaoPaulo", disse o vereador.

Holiday, que se dizia o símbolo da honestidade antes das eleições é acusado de Caixa Dois pelo próprio ex-assessor. O advogado e ex-assessor Cleber Teixeira, de 50 anos, revelou quantia e como o crime foi praticado pelo vereador eleito por 48 mil cidadãos enganados em São Paulo.

“Eu estimo que foi gasto mais R$ 25 mil, R$ 30 mil, além do que foi declarado”, diz o advogado e ex-integrante do MBL (Movimento Brasil Livre).

VEJA ABAIXO A PUBLICAÇÃO




COMPARTILHE A NOTÍCIA: