Sanchez traça estratégia para revelar novo Jô; entenda - É o time do povo - Notícias do Corinthians
2

Sanchez traça estratégia para revelar novo Jô; entenda

Foto: Agência Corinthians

Sem conseguir encontrar um centroavante no mercado, o Corinthians tem um novo plano para buscar o tão esperado centroavante. Entendendo que está sendo difícil contratar um homem de referência, Andrés Sanchez, presidente alvinegro, ordenou garimpo minucioso nas categorias de base atrás desse jogador.



Como a janela de transferências internacionais fecha nesta segunda-feira, o mandatário entende que as categorias de base podem ser a solução do Timão. Uma hipotética contratação no mercado interno também não está descartada. No atual elenco, o técnico Fábio Carille conta com dois centroavantes de origem: Kazim e Matheus Matias.

Pensando nisso, Andrés Sanchez e cúpula, ao lado da comissão técnica de todas as categorias estão se reunindo na intenção de mudar o perfil de formação de jogadores de frente. O presidente entende que é preciso se atentar mais ao camisa 9, posição cada vez mais rara no futebol brasileiro.

"De uns anos para cá, com essa mudança de "atacante falso", dois atacantes, (esquema) com ponta ou sem ponta, fomos esquecendo do tradicional, do centroavante realmente, nas categorias de base. Centroavante é um dom, talvez seja como goleiro, uma posição rara, e realmente nos últimos anos estamos com muita dificuldade de encontrar", disse Sanchez ao globoesporte.com.

"Não só o Corinthians, mas o futebol brasileiro todo, tanto é que os grandes centroavantes que nós temos hoje têm mais de 34, 35 anos. Mas estamos lutando, trabalhando, teve reuniões com treinadores das categorias de base para gente tentar mudar um pouco o perfil para essas coisas", completou.

O jovem Matheus Matias, autor de dez gols em dez jogos atuando pelo ABC de Natal em 2018 está sendo preparado para ser esse homem de referência. A intenção de Fábio Carille é começar a utilizar o jogador no Campeonato Brasileiro. O camisa 9 chegou ao Timão abaixo do peso, e no entendimento da comissão técnica precisa ganhar massa muscular para disputar jogos de alto nível.



COMPARTILHE A NOTÍCIA: