2

Em primeira coletiva, Roger se emociona e dá declaração sensacional

Foto: Agência Corinthians

Anunciado oficialmente como novo reforço do Corinthians, o atacante Roger falou pela primeira vez com a camisa do Timão. Nas primeiras palavras como jogador alvinegro, o jogador se emocionou, explicou porque não acertou com o Timão em dezembro, e disse estar realizando um sonho de criança.



"Primeiramente, agradecer a Deus pela oportunidade, feliz de estar aqui realizando meu sonho de criança, algo que sonhei lá na rua, no meu bairro, com meus amigos e hoje Deus realiza esse sonho. Talvez falte um ou dois só. Deus foi generoso comigo. Jô é ídolo, fez uma grande história, por isso não vi em dezembro, depois aconteceu a venda dele. Vim para fazer história, para jogar um grande futebol, trabalhar forte, entro numa equipe pronta, que acabou de ser campeã. Não carregar esse peso de substituir, mas vim para fazer meus gols, ajudar e ser campeão. Tem Brasileiro, Libertadores. Coroaria minha carreira, sem dúvida", disse.

Perguntado sobre se está pronto para estrear, o camisa 9 elogiou a qualidade do elenco alvinegro nas poucas vezes em que treinou no CT Joaquim Grava durante a semana.

"O time está pronto, não tem muito o que mexer. Já participei de alguns treinos, vi que a intensidade dos mini-jogos é muito alta, a qualidade nem precisa falar. É aproveitar as oportunidades que são dadas, o time está bem. Eu também estou pronto. Para domingo não dá por documentação, mas para o outro domingo estarei apto para fazer parte do grupo", projetou.


Roger revelou também quais são seus ídolos no seu time de coração. Sim. Ele é corinthiano de infância e revelou isso na coletiva. "Que me lembro muito bem é Marcelinho Carioca, Edilson na final contra o Palmeiras. Gosto do Vampeta, um cara que sempre tira onda, futebol é essa alegria, tem que retornar. Futebol está chato, tudo é briga, nível forte de confusão. Futebol é alegria, é paz, quem ganha vai sempre zoar. Ronaldo também, estive com ele, um cara nota 10. Sou corintiano de infância, tenho carinho pela Ponte, fiquei 17 anos lá dentro, mas meu time de criança é o Corinthians", afirmou.

CONFIRA ABAIXO OUTROS TRECHOS DA COLETIVA

FILHA GIULIA
"É especial, tem coisas na vida da gente que não dá para escolher. Desde o nascimento da Giulia, ela me surpreende a cada dia. O Nicolas, meu outro filho, também é muito especial, mas ela pela sua inteligência transcende a muitas coisas. Surpreendeu esse vídeo. Cheguei ao clube e muita gente me mandou, achei lindo ela lendo, cantando a música da torcida. Isso tudo é especial. Tenho que buscar minha melhor forma, ainda procuro meu melhor futebol, o do ano passado, do Botafogo, que me deixou entre os melhores noves do Brasil. Vou encontrar e vamos ser felizes."

ESTRUTURA DO CORINTHIANS
"Nunca vi nada igual. Me surpreendeu muito. Vocês já tiveram acesso às salas. Um centro de excelência da parte fisiológica no Brasil ninguém tem, o nível de treinamento, como se desenvolve um atleta. O Corinthians está à frente. Isso diminui o nível de lesões, você recupera mais rápido. Realmente a estrutura. E fui muito bem recebido, estou em casa. A gente chega numa idade que não tem mais ansiedade. Vai dar tudo certo."

DISPUTA NO ATUAL CAMPEÃO BRASILEIRO
"A gente chega para completar o grupo, uma equipe que sabe o que fazer nos treinamentos. Participei de um de 15 minutos e demorei para pegar na bola (risos). Um nível diferente, os caras estão acostumados. É mais fácil chegar num time pronto."

TÁ GORDO? Roger comenta brincadeira de Carille
"Acho que é brincadeira sadia, aquilo que falo, é válido. Claro que ele brincou, o pessoal quando cheguei hoje me falou: "Eu não estou gordo, nunca fui". Não liguei, achei o maior barato a brincadeira."

VITÓRIA CONTRA O CÂNCER
"Estou bem, foi coisa simples, me tirou de combate uns três meses. Sinto o reflexo, estou tentando ganhar a confiança. No Botafogo eu estava com moral, jogava todos, é diferente, você joga num nível melhor. Estou bem, legal de saúde, foi uma lição muito grande. Uma lição para quem passa por isso, fé em Deus, estou feliz."

FORÇA DA ARENA CORINTHIANS
"Jogar contra o Corinthians é terrível na Arena. A favor, vamos fazer esse estádio tremer."

DIFERENÇA DE JOGAR NO SÃO PAULO E PALMEIRAS PARA O CORINTHIANS
"É diferente (jogar no time do coração). No futebol você não tem muito escolha, as oportunidades aparecem e você tem de agarrar. Mas joguei pouco nos dois times. Estou muito mais experiente, muito mais pronto. Mas foram passagens que me deixaram mais pronto."

PROJEÇÃO PARA 2018
"Sou otimista, vai dar certo, já superei muita coisa. Fui muito pobre, muito humilde, filho de pais que não tiveram estudos e que trabalharam para sustentar quatro filhos. É a nossa história, esse somos nós. Sou otimosta, vai ser diferente (do que foi no Inter), vai ser melhor."

Volte em instantes para mais declarações...


COMPARTILHE A NOTÍCIA: