2

Jô revela sofrimento em semifinal, e projeta quando retorna ao Corinthians

Foto: Agência Corinthians

Fora do Corinthians desde o inicio da temporada, o centroavante Jô não esquece do clube que o revelou ao futebol e por onde fez história em 2017 sendo o artilheiro do heptacampeonato Brasileiro do alvinegro. Entrevistado da rádio Jovem Pan, o camisa 9 do Nagoya Grampus, do Japão, revelou o sofrimento que passou na semifinal do Campeonato Paulista entre Corinthians e São Paulo.



"Foi emocionante. Consegui (acompanhar o jogo) porque foi pela manhã, consegui acordar no horário certinho e acompanhei com meu filho, a gente vibrando. É tudo muito recente, vai fazer quatro meses que eu sai do Corinthians e aquela emoção ainda bate forte. Até minha esposa falou que parece que ainda tá lá, porque a emoção de ver a torcida com o gol no finalzinho, que o Corinthians conseguiu fazer. Eu sou corinthiano e sofri junto. Gosto muito do Corinthians, torço e sempre vou torcer", disse Jô.

O atacante também falou da derrota alvinegra na ida da final do Campeonato Paulista diante do Palmeiras. O placar adverso não assusta Jô, que lembrou do sofrimento característico corinthiano em conquistas e grandes vitórias.

"Isso é desde que me conheço por gente, para o Corinthians conquistar as coisas sempre foi sofrido. Nenhum título do Corinthians foi fácil, e com a gente não foi diferente. No ano passado, tanto o Paulista quanto o Brasileiro (de 2017) foi sofrido. O Brasileiro que aparentava ter uma tranquilidade maior, mas depois no final deu uma apertada e (o Palmeiras) ficou bem próximo na tabela. Acabou que a gente teve que sofrer até o final. O Corinthians sempre foi assim, sofrido, com emoção, com gol no último minuto e pênaltis. O corinthiano meio que já está acostumado, por mais que não goste de sofrer, vai acostumando", lembrou Jô.

Por fim, o camisa 9 que disputou 64 partidas e marcou 25 gols pelo Corinthians em 2017, projetou quando deve retornar ao clube paulista. Jô afirmou que volta ao Corinthians quando o seu contrato terminar com a equipe japonesa.

"Com certeza foi um até logo, espero cumprir meu contrato aqui e, quem sabe, voltar para o Coringão", finalizou.


COMPARTILHE A NOTÍCIA: