2

Presidente do Palmeiras não aceita título do Corinthians e detona tudo; veja



O presidente palmeirense Maurício Galiotte pistolou após a partida e a derrota diante do Corinthians, no Allianz Parque. Após o título rival dentro da casa alviverde, o mandatário detonou a arbitragem da partida.



Para Galiotte, o lance em que o árbitro volta atrás e não marca pênalti para o Palmeiras quando Ralf pega na bola e o juiz erradamente assinala penalidade, nas palavras dele, foi 'vergonhoso'.

"Um campeonato manchado, estragado, jogado no lixo. Respeitamos o adversário, mas ninguém precisa passar por isso. Sentimos vergonha desse campeonato", disparou.

"O Palmeiras é muito maior que um paulistinha, somos muito maiores que tudo isso. Vamos brigar por coisas grandes", completou.


No fim, Galiotte tentou explicar a revolta e voltou a detonar a arbitragem da partida. Galiotte classificou como 'vergonha' a partida.

"Não vamos ficar preocupados com uma situação vergonhosa. O que esse senhor (árbitro) fez aqui foi uma vergonha. Depois de marcar pênalti ele teve uma reunião dentro de campo senhores. Dai o pênalti foi simplesmente anulado. Uma vergonha", finalizou.


COMPARTILHE A NOTÍCIA: