Cássio se coloca como 3º goleiro da seleção, e manda recado à Fiel e Carille - É o time do povo - Notícias do Corinthians
2

Cássio se coloca como 3º goleiro da seleção, e manda recado à Fiel e Carille


O goleiro Cássio foi um dos entrevistados do dia no CT Joaquim Grava, nesta terça-feira (15), logo após a atividade que definiu os relacionados para o confronto diante do Deportivo Lara-VEN, quinta-feira (17), às 21h30 (de Brasília), fora de casa, pela Libertadores da América 2018.



Sabatinado pelos jornalistas presentes sobre a convocação para a Copa do Mundo Rússia 2018, o goleiro surpreendeu ao explicar o porque deve ser o terceiro goleiro da seleção. O camisa 12 rasgou elogios ao convocado Ederson, considerado o segundo goleiro do Brasil na Copa.

“Tem uma série de fatores, tive uma evolução boa no jogo com os pés, mas o Ederson eu fiquei impressionado com a qualidade. Ele faz isso desde a base. Teve uma evolução boa. Tem de progredir, em um ano sou o Cássio, no outro não vou ser o Neuer ou o Ederson. O jeito de jogar é diferente na Europa, quando eu jogava na Holanda, tinha vezes em que eu nem usava luvas. Vamos evoluindo no Brasil, fico feliz com a evolução, mas trabalho por mais”, disse Cássio.

“Eu vou estar muito feliz se for o terceiro goleiro. Vou lá fazer o meu melhor, ajudar, assim como aconteceu aqui. Não vejo esse papel de terceiro goleiro, de segundo. O Tite tem um método de trabalho, aqui no Corinthians ele nunca deixou alguém fora do grupo por ser terceiro goleiro. Todo mundo fica à vontade, é participativo, o ambiente é bem bom. Para mim, é tentar ajudar, trabalhar muito lá e contribuir. Estamos indo no intuito de sermos campeões mundiais”, completou.


Por fim, Cássio agradeceu a Fiel e o Corinthians pela conquista de alcançar a Copa do Mundo. O jogador também se colocou à disposição de Fábio Carille para atuar nos jogos até a apresentação dos jogadores, programada para a próxima segunda-feira.

“A ideia é jogar na Venezuela, jogo difícil lá, venceu os dois adversários em casa, até o dia em que for solicitado para me apresentar, pretendo jogar todos os jogos”, declarou.

"Só agradecer à Fiel, a todo o Corinthians, chegar à uma Copa do Mundo, só um grupo seleto. Devo muito ao Corinthians, que me ajudou a ser o que sou hoje", finalizou o camisa 12.



COMPARTILHE A NOTÍCIA: