2

Olha o que o TJD vai fazer com o presidente do Palmeiras por declarações após a final

As declarações do presidente Maurício Galiotte após a derrota para o Corinthians na final do Campeonato Paulista 2018 não ficarão impune. Isso porque a procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) denunciou o mandatário.



Galiotte, na época, afirmou que o campeonato estava manchado e classificou a competição regional de "paulistinha". Ele foi denunciado no artigo 258, parágrafo 2º-II, que fala em "assumir conduta contrária à disciplina e à ética desportiva" e "desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões".

O TJD informou que a audiência está marcada para a próxima segunda-feira (7), a partir das 16h30 (de Brasília). O presidente palmeirense, caso seja culpado, pode pegar de 15 a 180 dias de suspensão.


O Palmeiras, vale lembrar, segue tentando anular a final da competição diante do Corinthians. O clube alviverde entende que houve interferência externa num pênalti não marcado no jogo da finalíssima, no estádio Allianz Parque. A direção palmeirense está rompida com a Federação Paulista de Futebol (FPF).



COMPARTILHE A NOTÍCIA: