2

Humilde pedido ao Carille: Vai sair perto do auge? Pensa bem, professor!

Foto: Daniel Augusto Jr | Agência Corinthians

POR: DANILO VIEIRA

O número sete costuma ser o número da sorte de muitos, de azar de outros tantos, mas no Corinthians quando acontece é porque o clube vai muito bem, obrigado.




Fábio Carille, após vencer por 7 a 2 o Deportivo Lara-VEZ, na maior competição do continente, pode aceitar uma proposta salarial covarde do mundo árabe e deixar o Corinthians perto de atingir o ápice sob comando do Timão e ficar eternamente na história do clube. Ou alguém duvida que depois de ontem nós não podemos conquistar a América novamente e quicá o mundo em dezembro?

A última vez em que o Corinthians venceu algum adversário por sete gols, essa mesma vitória se tornou o "Eterno 7 a 1" contra o rival Santos, e naquele mesmo ano, o Timão sagrou-se campeão Brasileiro mais uma vez.

Escrevo na menor pretensão de uma reconsideração do professor Carille, bicampeão Paulista e heptacampeão Brasileiro, mas mesmo assim argumento: não vá.


Receber R$ 200 ou R$ 300 mil que seja no Corinthians, vale mais que R$ 1 milhão na Arábia Saudita. O dinheiro seduz, é inegável, mas a oportunidade de deixar o Timão no final da temporada com mais títulos na bagagem, e quem sabe, uma proposta ainda mais vantajosa da China, por exemplo, é real.

É injusto deixar o torcedor órfão nesse momento e #QUEMOMENTO!

Pensa bem, Carille. A felicidade vale mais que um ou dois caminhões de dinheiro.




COMPARTILHE A NOTÍCIA: