Loss anuncia mudança no time contra o Vitória e fala sobre pressão da Fiel - É o time do povo - Notícias do Corinthians
2

Loss anuncia mudança no time contra o Vitória e fala sobre pressão da Fiel


O Corinthians terá novas mudanças na partida diante do Vitória, sábado (09), em Itaquera. Em entrevista coletiva após o empate diante do Santos, o técnico Osmar Loss, entre outras coisas, revelou quem entra na vaga do zagueiro Balbuena, convocado para amistoso da Seleção Paraguaia.



"No sistema defensivo é o Pedro Henrique, no ofensivo vamos analisar, temos possibilidades de atacantes, de mudar o esquema para o 4-2-4", disse Osmar Loss, não confirmando o substituto de Romero.

Perguntado sobre a pressão que vem recebendo da Fiel nas arquibancadas, Osmar Loss classificou como 'natural' a cobrança do torcedor alvinegro. O treinador falou em manter o foco para não se perder no trabalho no Timão.

"A questão do ambiente é natural, sei da pressão que é comandar o Corinthians, a pressão por bons resultados. É algo que me preparei na carreira, mesmo na base, em time grande sempre tive pressão, não me incomoda. Tenho que manter meu foco dentro de campo. Ter condições de ter a torcida do nosso lado é muito bom, quer o time jogando bem. Se for igual hoje, tá ótimo, eles apoiaram. Sobre o Pedrinho, vai chegar o momento dele jogar tudo, hoje jogou com 38 minutos. Mas foi algo técnico, pensei em alguém mais novo como o vital, que vinha como titular, que poderia... Até porque o Santos vinha mexendo, a gente precisava manter o nível de competitividade", declarou.


VEJA OUTRAS DECLARAÇÕES DE LOSS:

PEDRINHO SUBSTITUÍDO
"Não é que sobra para o Pedrinho, tem vários fatores. Não posso tirar um jogador de bola aérea e colocar outro que não tem isso. Imagina se eu tomo um gol, e o Santos foi forte na bola parada, o Jean bate com precisão, são cuidados que passam despercebidos pelo torcedor, mas eu não posso deixar."

RECUO APÓS GOL
"Em relação a recuar, existe até uma teoria de que o o humano arrisca mais quando tá perdendo e não faz isso ganhando. A gente dava campo de mais, mas a gente vai buscar isso em treinamento, que é o que menos temos, evitar de dar esse campo."

COMPARAÇÃO COM O TRABALHO DE CARILLE
"Comparação com o Fábio, pelo sucesso que ele teve, sempre é muito boa, mas a média dele é muito alta, pode até ficar injusto para eu que inicio agora. Em relação ao gol, o Rodriguinho acompanhou uma saída de bola, fez o acompanhamento. O Santos foi feliz no gol com a chegada do lateral da área, que não é comum."

IMPORTÂNCIA DE ROMERO
"Em relação ao Romero, ele é muito importante, cumpre função defensiva muito importante na equipe, tem carinho da torcida, que o time entende a importância na fase defensiva, no ritmo, nas transições ofensivas. É um cara que realmente faz falta."

DIFERENÇA DA BASE PARA O PROFISSIONAL
"O que eu tenho visto de novidade é justamente essa pouca possibilidade de dar treino, na base eu podia treinar a semana toda para jogar sábado. Montar estratégias exclusivas para X adversário. Aqui a gente termina hoje e já pensa no jogo de sábado, na recuperação. É a grande dificuldade do dia a dia."



COMPARTILHE A NOTÍCIA: