2

Corinthians informa que naming rights virá de empresa desconhecida


O Corinthians segue negociando com empresas para tentar finalmente dar um nome ao estádio de Itaquera. Em entrevista ao canal fechado ESPN, o diretor de marketing do clube, Luis Paulo Rosenberg, falou mais uma vez sobre o assunto.





“Negociar naming rights é um processo demorado, porque é uma associação de 20 anos, um compromisso que compromete dinheiro e imagem”, disse Rosenberg ao programa "Bola da Vez", da ESPN.

Perguntado sobre as possibilidades de grandes empresas estarem negociando com o Corinthians, o diretor de marketing descartou a hipótese. A empresa que dará nome ao estádio alvinegro será desconhecida no Brasil.

“Nas empresas estrangeiras, quem é o comprador de naming rights do Corinthians? Obviamente não é uma Volkswagen, uma General Motors, cujo nome está aqui no Brasil há 100 anos e todo mundo conhece. É muito mais uma grande empresa do mundo árabe, chinesa, coreana, que é forte no mundo e quer entrar no Brasil. Ela ganha uma fatia desde o início e depois se populariza”, argumentou.





Por fim, Rosenberg revelou ao torcedor corinthiano que o clube negocia com pelo menos dez empresas no momento. No entanto, o diretor avalia que o processo ainda deve demorar.

“Se eu te mostrar a lista de quem abrimos negociação, há mais de 50 grupos. Se eu te mostrar a lista de quem está conversando conosco ainda, tem uns dez. Aí, vem aquela pergunta: ‘Mas, quanto tempo?’ Não tenho a menor ideia”, concluiu Rosenberg.




COMPARTILHE A NOTÍCIA: