2

Loss coloca cargo à disposição, mas segue otimista sobre jogos decisivos


O técnico Osmar Loss falou após ser derrotado por 1 a 0 diante do Fluminense, no Maracanã, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro 2018.




Questionado sobre o fraco desempenho da equipe nos últimos jogos (o Corinthians não vence há quatro partidas), Loss tentou se defender alegando ter respaldo da direção alvinegra. O treinador, contudo, colocou o cargo à disposição caso os dirigentes não estejam satisfeitos.

"Acho que essas avaliações devem ser feitas de modo coletiva, temos uma comissão técnica, uma direção muito atuante, se eles acharem e a gente perceber que os jogadores não respondem ao que a gente propõe, futebol é resultadista no Brasil", declarou.

Na sequência, o treinador defendeu o próprio trabalho e lembrou das competições importantes que o Corinthians ainda disputa. "...mas a resposta é positiva, o nosso feedback é positivo. As competições de Copa (Libertadores e Copa do Brasil) são competições em que estamos vivos e estaremos fortalecidos", completou.

Loss ainda lembrou dos jogadores que deixaram o Corinthians. Assim como o presidente Andrés Sanchez, o treinador ressaltou a dificuldade de remontar a equipe após perdas importantes.



"Toda saída de jogador...Efetivamente não foram vendas feitas pelo Corinthians: Balbuena pela multa, Rodriguinho queria sair. São dificuldades que qualquer treinador ia passar aqui. Estou tentando fazer da melhor maneira possível, trazendo o menor prejuízo possível para o time", defendeu-se Loss.

Por fim, o treinador analisou a derrota diante do Fluminense e gostou da entrega dos atletas mesmo com um jogador a menos em campo.

"A análise do jogo de hoje é prejudicada pela expulsão, o time foi guerreiro, competiu para caramba, não ficamos jogando por uma bola. Mas temos que melhorar, ter uma forma de jogar, encontrar um desenho no meio-campo para ter a bola e criar ofensividade, precisamos chegar mais ao terço final do campo", projetou.



COMPARTILHE A NOTÍCIA: