2

Jair revela treino para achar 'novo Paulinho' e diz: 'Corinthians é diferente'

Jair Ventura fala de Mateus Vital
Jair falou com a imprensa nesta sexta-feira | Foto: Agência Corinthians

O técnico Jair Ventura foi o entrevista do dia nesta sexta-feira (21), no CT Joaquim Grava, logo após mais um treinamento do Corinthians. Entre outras coisas, o treinador respondeu sobre o próximo jogo contra o Internacional, Mateus Vital e a busca por um volante estilo Paulinho.


"Fizemos um treino hoje, que era para os meias pisarem muito na área. Cobro bastante dos meus atletas, não só dos meias, mas também dos volantes. O Paulinho, que jogou aqui, faz muito bem, Bruno Silva, que trabalhou comigo, João Paulo, Pituca... Eles estão ocupando os espaços dos meias também. E o Vital se encaixa nisso: fazer organização como meia e pisar na área como meia-atacante. É importante que ele e o Jadson cheguem na área", disse Jair.

Perguntado se a saída de Roger para a entrada do meia Mateus Vital era já pensando no confronto diante do Flamengo, pela semifinal da Copa do Brasil, Jair negou. O jovem ganha a vaga por estar atuando melhor que o camisa 9.

"O momento é de pensar no Inter. Como o Vital entrou tão bem, mudou a partida no intervalo, a gente começa com essa mudança. É pensando jogo a jogo, falo muito em meritocracia. Mas ela é minha, não do atleta, senão todo mundo acha que tem que jogar. Vou fazer sempre o melhor para o Corinthians. Dentro do melhor coletivo, vamos iniciar com quem está no melhor momento para o Corinthians obter as vitórias.""O momento é de pensar no Inter. Como o Vital entrou tão bem, mudou a partida no intervalo, a gente começa com essa mudança. É pensando jogo a jogo, falo muito em meritocracia. Mas ela é minha, não do atleta, senão todo mundo acha que tem que jogar. Vou fazer sempre o melhor para o Corinthians. Dentro do melhor coletivo, vamos iniciar com quem está no melhor momento para o Corinthians obter as vitórias", declarou Jair.




CONFIRA MAIS DECLARAÇÕES DE JAIR:

CORINTHIANS É DIFERENTE?
"Trabalhar no Corinthians é diferente, todo mundo sabe. Daqui saiu o atual treinador da seleção brasileira. Até pela visibilidade. É lógico que você fica feliz, só não quando não ganha. O céu e o inferno no futebol são próximos, no Corinthians mais ainda. Espero que eu possa ficar mais feliz do que triste."

TIME JÁ TEM A CARA DO JAIR?
"Não tem cara de Jair, mas cara do Corinthians. Você tem que implementar o que entende do futebol. Estou conhecendo o grupo ainda, no dia a dia é diferente de jogar contra. Essa semana foi importante para estarmos próximos, ter mais treinos. Hoje acabei segurando, até o Clayson sentiu uma coisinha. Você naquela ânsia de colocar suas ideias pode acabar atrapalhando. Para não sobrecarregar o HD deles, a gente vai colocando as coisas de forma gradativa."

CÁSSIO CAPITÃO FIXO?
"Está fixo hoje, mas não está determinado que vai ser o Cássio até o fim do ano. Podemos alternar, como já fiz. Você tem líderes diferente, Ralf, Fagner, já foi o Henrique... Mas tenho gostado da liderança do Cássio, por isso ele é hoje nosso capitão. A gente pode alternar, mas tenho gostado da liderança."





COMPARTILHE A NOTÍCIA: