Rosenberg humilha torcedores palmeirenses ao comentar penhora; veja - É o time do povo - Notícias do Corinthians
2

Rosenberg humilha torcedores palmeirenses ao comentar penhora; veja


Após a coletiva de Andrés Sanchez, foi a vez do diretor de marketing Luis Paulo Rosenberg e representantes do Instituto Santanense falarem no CT Joaquim Grava e explicarem a situação ao torcedor alvinegro. As instituições costuram um novo acordo para os próximos anos.



O diretor de marketing explicou a situação e tranquilizou a torcida.

"O Andrés me incumbiu de receber voluntariamente dirigentes da Unisantana para mostrar os fatos do momento. Primeiro, é importante recuperar essa história. A Unisantana entrou no Corinthians na gestão Dualib e houve um entrevero. A universidade foi buscar seus direitos e nesse caminho teve problemas financeiros, encontrou um grupo solido que adquiriu a universidade. Tão logo nossa gestão assumiu, eles procuraram o Corinthians dizendo que o intuito deles era crescer em São Paulo, ter participação na Zona Leste e que viam com bons olhos a associação com o Corinthians", disse Rosenberg.

Na sequência, o braço direito de Sanchez brincou com os rivais que estão caçoando da história da penhora da taça do Mundial de Clubes 2012. Rosenberg provocou o Palmeiras.



"Como os ritos jurídicos tem suas normas, justamente agora que estamos perto de um entendimento extremamente vantajoso para a universidade e para os jovens da região, tivemos esse incidente. Eles vieram aqui tranquilizar a família corintiana que não há nenhuma intenção de se valer de um momento como esse para resolver uma pendência jurídica. Tenho que transmitir aos torcedores que não tem Mundial que não vai ter como comprar a taça do Corinthians", completou.

O Instituto, através de um representante, se manifestou. "A universidade está sob uma nova direção e nosso foco é trabalhar pela educação, assim que assumimos começamos a fazer acordos e um que estamos tratando como prioridade é com o Corinthians. Tivemos uma excelente reunião, daqui pra frente vai ser uma nova história da Unisantana, não tivemos em nenhum momento o intuito de desrespeitar o clube. Essa questão jurídica agora vamos cuidar não de remoer o passado, mas sim tranquilizar a todos e dizer que daqui para frente esperamos uma nova história", declarou.

CLIQUE AQUI E ENTENDA O CASO



COMPARTILHE A NOTÍCIA: