Jogador irregular pode mudar rebaixamento na Série A e acesso na B - É o time do povo - Notícias do Corinthians
2

Jogador irregular pode mudar rebaixamento na Série A e acesso na B


Os campeonatos da Série A e B não acabaram. É isso mesmo torcedor. Uma suposta irregularidade num time que conquistou o acesso à Série A do Brasileirão pode modificar o destino de três equipes. A informação é do repórter Pedro Orioli, da Rádio Central de Campinas.



A confusão acontece por conta da suposta escalação irregular do lateral-direito Ernandes, do Goiás. O jogador atuou na primeira rodada da Série A pelo Ceará, o que não poderia ter acontecido. A equipe cearense, portanto, pode perder três pontos, cair de 44 para 41 pontos na tabela e salvar o Sport da degola.

O artigo 214 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva) diz que em caso de escalação irregular "perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição", ou seja, três pontos.

Mas qual o motivo da punição?
Ernandes é "gato", gíria utilizada no futebol para denominar jogador que adultera a idade na certidão de nascimento. Isso porque segundo cartório de São Félix do Araguaia-MT, cidade natal do atleta, ele nasceu no dia 11 de novembro de 1985 e não em 1987, como consta no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Ou seja. Em caso de punição, o Goiás também perde a vaga à Série A do Brasileirão e coloca a Ponte Preta na elite do futebol nacional. A equipe esmeraldina, através de nota, se exime da culpa. (veja abaixo)



No Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ernandes Dias Luz nasceu no dia 11 de novembro de 1987, ou seja, como consta no documento apresentado pelo jogador no ato de contrato com o Goiás Esporte Clube. Se o atleta possui outra documentação, o fato não é de responsabilidade do clube que o contratou e sim de quem efetuou o registro do jogador como profissional de futebol. Em toda documentação de Ernandes apresentada ao Goiás, desde Carteira de Trabalho, de Reservista, Carteira de Motorista e de Identidade apresentam a data de nascimento com o ano de 1987. Fato este que não acarretará nenhum tipo de ação ou punição contra o Goiás Esporte Clube. O atleta está de férias e até o presente momento não foi localizado para prestar esclarecimentos sobre o fato apresentado.



COMPARTILHE A NOTÍCIA: