As entrelinhas da coletiva de Carille e as respostas ao Boselli; veja declarações - É o Time do Povo - Notícias do Corinthians
2

As entrelinhas da coletiva de Carille e as respostas ao Boselli; veja declarações

Carille concedeu coletiva interessante após o empate diante do Athletico-PR / Foto: Agência Corinthians

Fábio Carille falou em entrevista coletiva após a atuação irregular diante do Athletico-PR, em Itaquera, e o empate em 2 a 2. Após o confronto pelo Brasileiro, o treinador pediu reforços aos diretores do Timão que, nas palavras do comandante, potencializem os homens de frente (Love e Boselli). Nas entrelinhas, o tom foi de resposta ao argentino Mauro Boselli, autor de um gol na partida e que reclamou da falta de criatividade ofensiva do time na última quarta-feira.



"Andrés já falou que tentamos Gabigol, Rodriguinho, Roger Guedes... Precisamos de jogadores mais agudos. Boselli sabe terminar bem a jogada, mas nossa característica de Corinthians faz com que a bola não chegue tanto. Não conseguimos trazer jogadores para encaixar esse jogo. Infelizmente, não conseguimos buscar quem a gente queria. Não só eu, mas a diretoria sabe que precisamos buscar esse jogadores para potencializar nosso camisa 9", declarou Carille.

Sobre a dupla Boselli e Love, Carille disse que o esquema pode dar certo com mais treinamentos, entretanto, é preciso um jogador de profundidade para que a bola chegue aos atletas. Na visão do treinador, o Corinthians não possui esse jogador.


“Hoje foi possível, pois o adversário jogou sem centroavante. É um sistema que pode dar certo, mas é preciso um jogador de profundidade para que essa bola chegue melhor para os dois. No Equador funcionou. Hoje, não tanto. Temos que treinar e deixar mais entrosado. Com bastante treino e novas características, podemos jogar assim”, analisou Carille.

VEJA MAIS DECLARAÇÕES:
PRETENSÕES DO CORINTHIANS NO BRASILEIRO
"Pela organização do Brasileiro, acho que devemos terminar em 3º, 4º ou 5º. Mas, pelo que estamos jogando, não. Ano passado, foram 44 pontos no total com esses mesmos problemas. Eu via da Arábia. Nosso centroavante acaba sofrendo muito. É como eu sempre digo, são muitos jogadores novos trabalhando comigo. Requer tempo. Mas isso também mostra o que é necessário para o Corinthians ser mais forte. Situação do clube não é boa, queremos um jogador definidor, mas jogadores qualificados, que resolve, não são muitos. Para comprá-los, é preciso dinheiro."

PARABÉNS AO ADVERSÁRIO
"O adversário foi melhor do que nós. Tiveram domínio, conjunto. Ganharam a Sul-Americana no ano passado e a Copa do Brasil agora. Sabíamos das dificuldades, principalmente com as triangulações. Eu também já joguei sem camisa 9 aqui no Corinthians e lembro como eu tinha o domínio e controle da bola. Fica aqui o meu parabéns ao técnico pelo time organizado. Foram superiores."




NOS AJUDE A ALCANÇAR 1 MILHÃO DE FÃS NO FACEBOOK. CLIQUE EM CURTIR!

É O TIME DO POVO ESTEVE NO DERBY QUE TERMINOU EMPATADO

JÁ TÁ ROLANDO CONTEÚDO EXCLUSIVO NO CANAL. INSCREVE AÍ!




COMPARTILHE A NOTÍCIA: