Paulo André publica nota em rede social e "grita": "Nunca processei o Corinthians" - É o Time do Povo - Notícias do Corinthians
2

Paulo André publica nota em rede social e "grita": "Nunca processei o Corinthians"

Paulo André foi titular no mundial de 2013

Em nota publicada nas redes sociais, o ex-zagueiro do Corinthians, Paulo André detalhou seu processo contra o Timão e explicou o seu ponto de vista sobre o processo movido contra o clube na na Justiça.


O jogador esclarece que nunca processou o clube por adicional noturno, hora extra ou por jogar aos domingos. Ele utiliza caixa alta para se defender em seu texto.

"EU NUNCA PROCESSEI O CORINTHIANS POR ADICIONAL NOTURNO, HORA EXTRA ou POR JOGAR AOS DOMINGOS. O processo é público, qualquer um pode acessar. QUEM DISSER O CONTRÁRIO, falta com a verdade e está cometendo uma grande injustiça", dispara.

O jogador diz que abriu mão do processo e que em 2019 fez um acordo com o clube, além de reconhecer que o pedido de descanso semanal remunerado foi um erro.

"Em 2019 eu ABRI MÃO DO PROCESSO E FIZ UM ACORDO COM O CLUBE exatamente por reconhecer que um dos pedidos, do descanso semanal remunerado, foi um erro da minha parte. Errei, assumi e fui até o Parque São Jorge fazer um acordo. Esse é o único fato novo de 2014 para cá, eu assumi um erro e o corrigi em dezembro de 2019 ao fazer um acordo com o Corinthians. Qualquer coisa diferente disso, não acredite."

Ainda na nota, o jogador responde alguns questionamentos feitos pela torcida e imprensa. 

PERGUNTA: Você não acha errado cobrar todo esse dinheiro?

RESPOSTA: Esses valores estavam no meu contrato em que ambos os lados assinaram. Eu cumpri toda a parte que me cabia dentro do contrato. O Corinthians precisava terminar de cumprir a parte dele. A informação e o conteúdo da ação são públicos, qualquer um pode ler.

Na resposta seguinte, Paulo André sem citar nomes, acusa  alguém de estar mentindo e o colocando contra a torcida.

PERGUNTA: Você processou o Corinthians por trabalhar aos domingos, pelos adicionais noturnos e horas extras?

RESPOSTA: Não! Isso é uma grande sacanagem. E eu sei muito bem quem está por trás dessa mentira tentando me colocar contra a torcida e a opinião pública. O jogo de futebol acontece também aos domingos, qualquer um sabe disso. O pedido de descanso semanal remunerado não tinha nada a ver com jogar às quartas-feiras à noite ou aos domingos. O descanso semanal é um direito de todo trabalhador e pode ser dado em qualquer outro dia da semana - segunda, terça quarta, etc... Mas por causa do calendário de futebol no Brasil, ele é difícil de ser dado, o que não quer dizer que não precisa ser dado, pago ou ajustado dentro da especificidade da função de atleta de futebol. De qualquer forma, repito, fiz o acordo e abri mão de reclamar isso.

O ex-atleta ainda alfineta o Presidente Andrés Sanchez.

PERGUNTA: O Corinthians diz que não vai mais jogar aos domingos, o que você tem a dizer sobre isso?

RESPOSTA: O presidente deve fazer o que ele acredita ser melhor para o clube. Se ele de fato acredita que a Lei ou a jurisprudência colocam o clube em risco, poderia ter usado seus 4 anos de mandato como Deputado Federal ou seus últimos 3 anos de mandato como presidente para liderar e construir caminhos que protejam e/ou desenvolvam os interesses do clube e da indústria do futebol.

Paulo André defendeu o Corinthians de 2009 a 2014 e entre diversos títulos, foi campeão Mundial.

A nota na íntegra:



VEJA MAIS:





COMPARTILHE A NOTÍCIA: