EXCLUSIVO: Falamos com a volante do Corinthians que não passou pela base - É o Time do Povo - Notícias do Corinthians
2

EXCLUSIVO: Falamos com a volante do Corinthians que não passou pela base

Ingryd nos concedeu entrevista exclusiva / Foto: Ascom Corinthians 

A volante da equipe feminina do Corinthians, Ingryd Lima, de 22 anos, chegou ao clube na temporada de 2019 a pedido do técnico Arthur Elias após destacar-se no Sport Recife.




Ingryd iniciou a carreira em 2014 no UDA (União Desportiva Alagoana), onde foi campeã estadual. Já em 2017 se transferiu para o Sport, onde foi bicampeã pernambucana e campeã da Copa do Nordeste. No Corinthians, a dona da camisa 5 alvinegra conquistou o Campeonato Paulista e a Libertadores de 2019, além do vice no Brasileirão.

Em meio à pandemia, a atleta dedicou um pouco do seu tempo para falar exclusivamente ao É o Time do Povo.

João Vítor Domingos, do blog Papo com Dodô, entrevistou a volante.

CONFIRA NA ÍNTEGRA:

Como você descreve a jogadora Ingryd para quem não conhece seu futebol?
"Bom, gosto de exaltar uma grande parte defensiva em mim. Gosto de desarmar, mas também aprendi um lado ofensivo enorme no Corinthians."

Como está sendo a rotina de treinos durante a quarentena?
 "Me adaptando da melhor forma possível! Começou um pouco ruim, poucas coisas pra ser usada. Depois, eu consegui uma estrutura melhor."

Você chegou a ter uma base? Qual a importância disso?
 "Infelizmente não tive base, hoje eu penso que mudaria muito pra mim se eu tivesse."

 Como foi sua trajetória até o Corinthians?
"Passei apenas por um clube fora da minha cidade que foi o Sport Recife, antes disso só jogava campeonato estadual em Alagoas."

Seu plano de carreira é continuar no futebol brasileiro ou tem ambição de jogar fora?
"Sonho um dia em jogar fora do Brasil um dia sim, dar uma estrutura melhor para minha família, mais claro que antes a isso pretendo seguir conquistando títulos pelo Corinthians."

Mesmo jovem, você já tem um currículo invejável. Já se sente realizada como profissional?
"Posso dizer que sim, mas almejo muitas coisas e enquanto eu não conquistar, será um currículo incompleto."

No masculino vemos a Europa como referência e desejo dos atletas. Qual é o país de desejo das jogadoras do feminino?
 "Existem vários, mas no feminino também visamos muito a Europa."

Por fim, que recado você deixa para as garotas que sonham em ser jogadoras?
 "O que mais falo é que "aproveita o máximo as portas que se abrem pra ti, para cada pessoa. As vezes reclamamos que não temos, mas quando chega, recusamos. Então sonha, sonha alto e agarra cada oportunidade que aparecer."

Podendo ser considerada “Talismã” do time, Ingryd soma 34 partidas pelo Timão, sendo 31 vitórias, três empates e nenhuma derrota. São cinco gols com a camisa alvinegra. A atleta tem contrato com o clube até o fim de 2020.

Siga Ingryd no Instagram:



VEJA MAIS:


COMPARTILHE A NOTÍCIA: