EXCLUSIVO: Conversamos com um jornalista chileno sobre Ángelo Araos - É o Time do Povo - Notícias do Corinthians
2

EXCLUSIVO: Conversamos com um jornalista chileno sobre Ángelo Araos

Foto: Agência Corinthians

Ángelo Araos não tem tido muitas oportunidades desde que chegou no Corinthians, em julho de 2018. Foi emprestado a Ponte Preta, em 2019, e em 2020 não participou da pré-temporada pois estava com a Seleção Chilena no Pré-Olímpico.




Até o momento, Araos atuou por 48 minutos nesta temporada jogando pelo Timão. Minutos distribuídos em três partidas (Novorizontino, Ituano, RB Bragantino) todas pelo Paulistão, e três posições diferentes, ponta-esquerda, volante e meia-central, sendo essa última sua posição de origem.

Curioso pela falta de oportunidades ao jovem atleta, o repórter João Vítor Domingos, do  É o Time do Povo, conversou com o chileno José Tomás Fernández Pumarino (Jornal As Chile e Todo Es Cancha).
 
CONFIRA A ENTREVISTA:

Bom, sempre foi muito tímido, não falava com a imprensa imagino que aí seja igual. Mas sempre, por assim dizer, ele treinou da mesma maneira que jogou. Não é muito de falar, mas é um jogador associativo, importante, de toque aberto, de finalizar ou colocar o último passe. Mais ou menos o que puderam ver no Pré-Olímpico”, explicou relembrando as boas atuações de Araos no Torneio Pré-Olímpico.

O jornalista apontou que um dos motivos para que o jogador não deslanche, é a personalidade do atleta, que além de tímido, não se familiarizou com o idioma ainda.

“A mim parece que ele tem um problema de personalidade e se vai jogar no Corinthians, deve ter uma personalidade diferente. Não é muito de falar, eu imagino que o idioma também esteja complicando isso. Então, acho que esses são os pontos”, contou.

José fez uma ponderação ao destaque de Araos na La U, contou que o time não era tão bom e que por ser diferenciado, o jovem se destacou em um elenco nivelado por baixo.

“O pouco tempo que ele esteve aqui, foi um dos melhores do time junto com Yeferson Soteldo, porque o time não era tão bom, então um (jogador) pouco melhor se destaca bastante”, resumiu.
Questionado sobre o que o Corinthians deverá fazer para que não perder o alto investimento feito no atleta, José descartou uma volta ao Chile e sugeriu uma solução.

“Não, de modo algum voltar a liga chilena, é de nível muito baixo. Seu primeiro erro foi não ficar uma temporada na Universidad de Chile, mas já que está no Corinthians, parece-me que a melhor coisa para o resto do ano é que ele vá para um time brasileiro para que ele jogue com menos pressão, um Fortaleza ou Bahia que não são comprometidos com a parte de baixo da tabela. Eu não acho que Bahia e Fortaleza lutam pelo rebaixamento, imagino que eles vão lutar para entrar na Copa Sul-Americana, acho que seria bom acrescentar minutos e voltar ao Corinthians, no outro ano, para que desta vez sem o Pré-olímpico, durante o mês de janeiro, ele possa concentrar-se totalmente na equipe e passar alguns minutos no Campeonato Paulista e realmente se mostrar no Corinthians pois no Brasileirão terá poucas oportunidades é pelo menos o que me parece”, concluiu.

Araos foi contratado pelo Corinthians em julho de 2018 por U$4 milhões(R$ 17 milhões na cotação da época), fez 25 jogos sendo 8 como titular e não marcou nenhum gol.



COMPARTILHE A NOTÍCIA: