"Jogadores assustados e tristes" com "emboscada", revela presidente do Corinthians - É o Time do Povo - Notícias do Corinthians
2

"Jogadores assustados e tristes" com "emboscada", revela presidente do Corinthians

Foto: Reprodução

O presidente Andrés Sanchez concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira (15), no CT Joaquim Grava, para falar sobre o protesto do último domingo, no Aeroporto de Guarulhos, local onde jogadores do Corinthians foram ameaçados por um grupo de torcedores após a derrota sofrida diante do Fluminense, por 2 a 1, pelo Brasileiro de 2020.


Perguntado sobre como estão os jogadores após o episódio, Andrés revelou que os jogadores estão assustados e tristes com o ocorrido. O mandatário alvinegro classificou o protesto como "emboscada" dos torcedores e explicou o motivo.

"Realmente é lamentável. Nós, historicamente, sempre atendemos torcedores. No Corinthians sempre é cobrado, agora ser intimido e ameaçado não faz parte. Fazia anos que isso não acontecia. Foi uma emboscada. O segurança do Aeroporto falou que tinha dez ou 12 pessoas, podíamos sair sem problemas. E nós saímos e houve aquele absurdo que não condiz com a torcida do Corinthians", iniciou Sanchez.

"Tivemos que passar por esse papelão, os jogadores estão assustados e tristes e eu também. Redes sociais ameaçando familiares. É ridículo, não sem tem dono, não se identifica, isso é perigoso e ruim. Eles estão se recuperando e espero que façamos um grande jogo amanhã", concluiu.

Andrés Sanchez ainda respondeu sobre questões importantes, entre elas a especulação sobre um hipotético pedido de rescisão do meia-atacante Luan, e da busca por um treinador experiente para assumir o comando técnico.



VEJA MAIS:
Há convicção no Corinthians que surgiu um Pedrinho melhorado
Romero pode ir a rival do Corinthians
Gaviões lança projeto para salvar Corinthians das dívidas
Sornoza faz "gol que Pelé não fez" no Equador; assista
Lembra dele? Mendoza desejo de dois gigantes europeus


🆂🅸🅶🅰-🅽🅾🆂    🅽🅾    🅵🅰🅲🅴🅱🅾🅾🅺

🅸🅽🆂🅲🆁🅴🆅🅰    🅽🅾    🆈🅾🆄🆃🆄🅱🅴





COMPARTILHE A NOTÍCIA: