Mancini anuncia fim da mudança de filosofia e pede desculpas para a Fiel - É o Time do Povo - Notícias do Corinthians
2

Mancini anuncia fim da mudança de filosofia e pede desculpas para a Fiel

Foto: Reprodução

O técnico Vagner Mancini foi apresentado pelo Corinthians nesta terça-feira (13) no CT Joquim Grava e chegou afirmando que a tal mudança de filosofia não vai mais acontecer. A ideia do novo comandante é resgatar o estilo de jogo alvinegro que venceu diversos campeonatos nos últimos anos.


"Boa tarde a todos. É uma satisfação estar sentado aqui e vestindo essa camisa com todo peso e história", iniciou Mancini.

Na sequência, Mancini falou em resgatar às raízes do Corinthians de Mano Menezes, Tite e Fábio Carille."O Corinthians vai voltar a ser Corinthians. Não adianta mudar uma cultura, uma maneira de jogar. Todo mundo tem direito de tentar, mas num momento onde a situação mostra pra gente que é importante estar focado no que tem acontecido e buscar nas raízes a maior força, o Corinthians tem que voltar a jogar como nas maiores conquistas. Uma era vitoriosa, onde os atletas buscavam o máximo em todas as jogadas. Todo mundo sabia das dificuldades de enfrentar o Corinthians. Temos que resgatar isso para dar confiança e bons resultados. Eu acredito muito nisso e acho que está aí o passo inicial", argumentou.

"Todo mundo que assiste o Corinthians começa vendo acreditando em alguns princípios e eles voltarão", concluiu.

VEJA MAIS DECLARAÇÕES:

SALVAR O CORINTHIANS COMO FEZ COM O ATHLETICO? 
"Vejo muito semelhança nessa chegada com a temporada que fiz no Athletico-PR (saiu da zona de rebaixamento ao terceiro lugar). Tenho minhas convicções, acredito nelas e serão usadas nesse processo".

QUESTIONAMENTOS SOBRE A CARREIRA 
"Não foram cinco rebaixamentos. A partir do momento que você passa pela equipe, faz parte da temporada, muita gente analisa de forma diferente. É como se o Abel tivesse ganho o Brasileiro e a Libertadores de 2019, pois foi ele que iniciou o trabalho no Flamengo". 

AJUDAR O CORINTHIANS 
"Eu acredito que minha vida pode solucionar o Corinthians com os problemas que tem. Que dentro de campo consigamos ajudar a diretoria e os torcedores, vencendo os jogos dentro de campo".

AÚDIO VAZADO XINGANDO O CORINTHIANS 
"Fiz questão de ligar para o Andrés na época, assim como para o Roberto de Andrade. Foi um momento de extrema felicidade por ter ganho do Corinthians dentro da Arena que era líder do campeonato. Diante disso vazou um áudio meu brincando num grupo de amigos, que realmente chateou muita gente, na oportunidade pedi desculpas e peço desculpas novamente. Liguei para todas as pessoas dentro de 24 horas após o episódio pois trato as coisas assim na minha vida. Acerto e erro. Temos que ter dignidade. A partir do momento que erra, pede desculpas e a vida pede. Não podemos nos apegar nisso, é muito pequeno para tudo que está acontecendo hoje. O torcedor sabe que aqui tem um cara que vai doar a vida para o clube. Naquela oportunidade fiz o que achei justo, pedi desculpas e reconheci o erro". 

GRANDE CHANCE DA CARREIRA E PRÓXIMOS JOGOS
"É a grande chance da minha carreira, sim. Como fazer para a equipe voltar a vencer com a sequência de jogos difíceis? Todos jogos são difíceis. Todos adversários merecem respeito e serão encarados da mesma forma. Assim você começa a se preparar para ser um vencedor".

A FIEL FAZ FALTA?
"Influencia na postura dos jogadores dentro de campo, dos árbitros. Tudo muda. A partir do momento que a torcida estiver conosco, o Corinthians vai ficar mais forte, isso é óbvio".

O QUE ESPERAR JÁ PARA QUARTA?
"Um time com astral diferente. Tive a oportunidade de assistir boa parte do jogo diante do Ceará, e pelo que eu vi no semblante dos atletas ontem aqui no nosso CT, vou reencontrá-los agora, e esse vai ser um dos pontos discutidos. É muito importante que você mostre o caminho nesse momento. Ninguém é dono da verdade, mas sabemos o que temos que fazer para render aquilo que pode. Com dois treinos apenas é difícil estabelecer mudança tática significativa. Mas a atitude emocional você pode mudar, o que pode ser de extrema importância para o jogo fora de casa".

ANO PARA ESCAPAR DO REBAIXAMENTO?
"Nós temos aqui jogadores que conseguem dentro de um sistema utilizado terem reações diferentes de cada partida. Vejo, sinceramente, muitas possibilidade de alcançarmos alguma coisa no campeonato. Seria significativo para todos nós, faltam 23 jogos, muita coisa para ser jogado. É um campeonato extremamente equilibrado. Temos que focar em todas as partidas, uma somatória de pontos seguidos vai nos levar a pensar diferente".

UTILIZAÇÃO DA BASE
"Tenho algum conhecimento sobre os jovens do Corinthians, não é profundo. Acabei de chegar. Alguns atletas estão sendo observados desde ontem. Uso a estrutura do clube para saber do que acontece aqui dentro. O Coelho e o Mauro vai nos ajudar nisso. Sou um cara que ao longo da carreira contribui para que vários atletas que tiveram destaque internacional chegar e jogar. Vai ser assim no Corinthians. Jogador de futebol não tem idade, maturidade se adquire com a vida e não com a idade. Sempre que eu enxergar num jovem a capacidade, ele se torna um adulto independente da idade. Se você não valoriza a base, você está indo contra o clube".

OTERO E CAZARES
"Não só Cazares e Otero, mas Gabriel e Fagner que já foram meus atletas. Todo elenco tem a ganhar quando você tira o melhor de cada um. O atleta está diariamente em aprendizado. Temos jogadores de seleção no elenco, temos time para sair dessa situação, e esses atletas servem de referência. No caso de Otero e Cazares, os dois foram muito bem comigo no Atlético-MG, após minha saída os dois perderam espaço no clube e passaram por período de inatividade. Então temos que resgaarr o preparo de cada um deles. São peças fundamentais para sairmos da situação incômoda. O elenco todo tem que entender que esse é um momento de se dedicar um pouco mais na alimentação, descanço, concentração, estudo, para que dentro de campo possamos fazer melhor as coisas".

ESTILO DE JOGO
"Todos meus times tem estilo agressivo de jogar. Subir a linha de marcação, chegar mais rápido ao gol do adversário pois é esse o objetivo do jogo. Essa agressividade vai existir no Corinthians. Ser agressivo é o ponto diferencial. Seja com a bola, seja sem a bola, no contato físico, na maneira de se comportar em campo. Essa agressividade talvez esteja faltando, cheguei hoje, é cedo para a análise, erros vão acontecer, mas essa agressividade é o que quero que sintam quando jogarem contra o Corinthians".



VEJA MAIS:
Há convicção no Corinthians que surgiu um Pedrinho melhorado
Romero pode ir a rival do Corinthians
Gaviões lança projeto para salvar Corinthians das dívidas
Sornoza faz "gol que Pelé não fez" no Equador; assista
Lembra dele? Mendoza desejo de dois gigantes europeus


🆂🅸🅶🅰-🅽🅾🆂    🅽🅾    🅵🅰🅲🅴🅱🅾🅾🅺

🅸🅽🆂🅲🆁🅴🆅🅰    🅽🅾    🆈🅾🆄🆃🆄🅱🅴





COMPARTILHE A NOTÍCIA: