Fiel volta a se animar com nova declaração de Paulinho - É o Time do Povo - Notícias do Corinthians
2

Fiel volta a se animar com nova declaração de Paulinho

Foto: Divulgação

O volante Paulinho, alvo do Corinthians para virar reforço em 2021, voltou a se manifestar sobre as possibilidades após deixar o Guangzhou (CHI). Em entrevista ao canal "Bem Posicionados", do Youtube, ele não descartou o possível retorno ao time que o projetou para o futebol mundial.



Vale destacar que as últimas entrevistas de Paulinho e as informações de bastidores que chegam indicam o contrário. Há quem diga, inclusive, que o meio-campista já optou pelo futebol europeu e aguarda propostas para retornar ao continente onde atuou por Tottenham (ING) e Barcelona (ESP).

"Houve conversa com o Corinthians, a gente conversou bastante, vem conversando. (...) Não tem como, por tudo o que o Corinthians fez por mim. (...) Mas sempre deixei claro que não tenho nada definido", disse Paulinho. "Pode talvez soar de um jeito que as pessoas não entendam, mas é a minha vida. Eu construí uma história bacana dentro do Corinthians, mas nada impede, se vier uma proposta bacana de outro clube, eu falar: 'Vou pensar, acho que é bom para mim, minha família'", concluiu.



Paulinho ainda revela que existem propostas da Europa e do "mundo árabe". Ele ainda não definiu onde jogará, mas afirma que o fará o mais rápido possível.

"Surgiram opções fora do Brasil: Europa, mundo árabe. Eu estou pensando bastante para poder tomar uma decisão. Ainda tem um certo tempo para definir, mas estou tentando definir o mais rápido possível, até para fazer pré-temporada dependendo de onde for, se for Europa, ou mundo árabe, ou Brasil, quero definir o mais rápido possível", explicou. "Muita gente diz que eu não quero mais o Brasil. Não é isso. O que eu tenho que fazer é tomar uma decisão e eu não posso mais tomar uma decisão equivocada. Eu vou fazer 33 anos. Falam que sou jovem, sou novo, mas não posso me equivocar. Tenho família, esposa, meus pais. Tenho que colocar tudo isso na balança e decidir se é melhor ficar no Brasil ou ir para fora. Tenho que ter muita cautela e calma para definir para não ser precipitado", finalizou Paulinho.





VEJA MAIS


COMPARTILHE A NOTÍCIA: